Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Covid-19: cresce número de vírus e de ameaças digitais que explora o medo

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

24/03/2020 | 08:48


A empresa de segurança online ESET detectou aumento de golpes e malwares que envolvem a pandemia do coronavírus para comprometer usuários. Há alguns meses, a companhia publicou análise do Casbaneiro, trojan bancário que afeta principalmente México e Brasil. Essa ameaça aproveita o assunto Covid-19 para infectar usuários.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Josep Albors, especialista da ESET, analisou uma mensagem falsa distribuída por e-mail que contém um link que supostamente traria mais informações sobre o coronavírus e como prevenir a doença. O link baixa um instalador MSI e, durante sua execução, se conecta a um servidor C&C (Comando e Controle) e baixa o Casbaneiro, que rouba informações do sistema.

Nos últimos dias, também foram registrados ataques cibernéticos contra organizações e instituições de saúde que têm um papel significativo na luta para impedir o progresso da pandemia. Houve ataque cibernético ao Hospital Universitário de Brno, na República Tcheca. Nele, funciona um dos 18 centros de testes de coronavírus. Também ocorreu  ataque DDoS ao Departamento de Saúde dos Estados Unidos.

A ESET Espanha alertou sobre um e-mail de phishing que se refere à preparação de uma vacina caseira para prevenir a doença. O e-mail falso inclui um anexo com a suposta lista de elementos necessários para preparar a vacina. Esse arquivo oculta um trojan. Da mesma forma, a empresa também detectou uma versão semelhante em um e-mail em português.

Leia mais
Deezer: Anitta e Safadão são os mais ouvidos pela terceira idade
Óculos de realidade virtual ajudam idosos a reviver momentos e realizar sonhos
Apps auxiliam idosos a se recolocar no mercado de trabalho; veja casos

Além disso, foi identificado um e-mail relacionado um golpe de engenharia social, aparentemente destinada a usuários no Peru, uma vez que se refere à Organização Técnica da Administração de Serviços de Saneamento (OTASS) e à urgência no pagamento de contas devidas ao surto de COVID-19. O e-mail inclui um anexo que oculta um trojan.

CovidLock
Por fim, um ransomware oculto foi descoberto em um aplicativo falso de monitoramento de coronavírus. Chamado CovidLock, este aplicativo oferece um mapa de calor com dados estatísticos sobre o progresso do vírus no mundo.

No entanto, depois de analisar esse domínio suspeito, identificou-se que o aplicativo estava ocultando um ransomware para Android que impede a vítima de acessar o dispositivo, alterando a senha que o usuário usa e, assim, sequestrando o dispositivo.

Em seguida, ele exibe uma mensagem para a vítima na qual ameaça divulgar as informações contidas no dispositivo em troca do pagamento de US$ 250. De acordo com o pesquisador da ESET Lukas Stefanko, que analisou a ameaça, aqueles que foram vítimas desse ransomware poderão desativá-lo usando o código de desbloqueio “4865083501”.

A ESET tem a campanha #quenãoteaconteça, com informações úteis para evitar que situações cotidianas afetem a privacidade online. Para saber mais sobre segurança cibernética, acesse o portal de notícias da empresa.

Quer relaxar? Se ligue nessas comédias que estão na Netflix-



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Covid-19: cresce número de vírus e de ameaças digitais que explora o medo

Da Redação
Do 33Giga

24/03/2020 | 08:48


A empresa de segurança online ESET detectou aumento de golpes e malwares que envolvem a pandemia do coronavírus para comprometer usuários. Há alguns meses, a companhia publicou análise do Casbaneiro, trojan bancário que afeta principalmente México e Brasil. Essa ameaça aproveita o assunto Covid-19 para infectar usuários.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Josep Albors, especialista da ESET, analisou uma mensagem falsa distribuída por e-mail que contém um link que supostamente traria mais informações sobre o coronavírus e como prevenir a doença. O link baixa um instalador MSI e, durante sua execução, se conecta a um servidor C&C (Comando e Controle) e baixa o Casbaneiro, que rouba informações do sistema.

Nos últimos dias, também foram registrados ataques cibernéticos contra organizações e instituições de saúde que têm um papel significativo na luta para impedir o progresso da pandemia. Houve ataque cibernético ao Hospital Universitário de Brno, na República Tcheca. Nele, funciona um dos 18 centros de testes de coronavírus. Também ocorreu  ataque DDoS ao Departamento de Saúde dos Estados Unidos.

A ESET Espanha alertou sobre um e-mail de phishing que se refere à preparação de uma vacina caseira para prevenir a doença. O e-mail falso inclui um anexo com a suposta lista de elementos necessários para preparar a vacina. Esse arquivo oculta um trojan. Da mesma forma, a empresa também detectou uma versão semelhante em um e-mail em português.

Leia mais
Deezer: Anitta e Safadão são os mais ouvidos pela terceira idade
Óculos de realidade virtual ajudam idosos a reviver momentos e realizar sonhos
Apps auxiliam idosos a se recolocar no mercado de trabalho; veja casos

Além disso, foi identificado um e-mail relacionado um golpe de engenharia social, aparentemente destinada a usuários no Peru, uma vez que se refere à Organização Técnica da Administração de Serviços de Saneamento (OTASS) e à urgência no pagamento de contas devidas ao surto de COVID-19. O e-mail inclui um anexo que oculta um trojan.

CovidLock
Por fim, um ransomware oculto foi descoberto em um aplicativo falso de monitoramento de coronavírus. Chamado CovidLock, este aplicativo oferece um mapa de calor com dados estatísticos sobre o progresso do vírus no mundo.

No entanto, depois de analisar esse domínio suspeito, identificou-se que o aplicativo estava ocultando um ransomware para Android que impede a vítima de acessar o dispositivo, alterando a senha que o usuário usa e, assim, sequestrando o dispositivo.

Em seguida, ele exibe uma mensagem para a vítima na qual ameaça divulgar as informações contidas no dispositivo em troca do pagamento de US$ 250. De acordo com o pesquisador da ESET Lukas Stefanko, que analisou a ameaça, aqueles que foram vítimas desse ransomware poderão desativá-lo usando o código de desbloqueio “4865083501”.

A ESET tem a campanha #quenãoteaconteça, com informações úteis para evitar que situações cotidianas afetem a privacidade online. Para saber mais sobre segurança cibernética, acesse o portal de notícias da empresa.

Quer relaxar? Se ligue nessas comédias que estão na Netflix-

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;