Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Opinião: Bottas vence o GP do Azerbaijão e assume a ponta do campeonato

Leo Alves

29/04/2019 | 09:48


Valtteri Bottas foi o grande vencedor do GP do Azerbaijão neste final de semana. Tendo largado da pole position, o finlandês soube controlar bem a prova e resistiu aos ataques de seu companheiro de Mercedes, o pentacampeão Lewis Hamilton, que ficou em segundo. Longe da briga pela vitória e em situação desconfortável no campeonato, Sebastian Vettel, da Ferrari, completou o pódio da corrida azeri.

GP do Azerbaijão: a corrida

Bottas e Hamilton dividiram algumas curvas no começo da corrida. Até parecia que o inglês conseguiria assumir a liderança da prova, mas Valtteri estava disposto a se manter na liderança. Quem também largou bem foi Sérgio Perez com a sua Racing Point. O mexicano saltou para o quarto lugar no começo da prova, mas perdeu um pouco de rendimento. No fim, cruzou a linha de chegada em um bom sexto lugar.

Porém, o destaque das voltas iniciais foi Charles Leclerc. Após bater sua Ferrari no treino classificatório, fato que o tirou da briga pela pole, o monegasco saiu em oitavo, mas perdeu duas posições na largada. Depois disso, o piloto do carro nº 16 foi ganhando diversas posições, chegando ao quarto lugar na nona volta.

LEIA MAIS: Jogo F1 2019 vai reviver a rivalidade entre Senna e Prost em 1990

Niva, Fusca e Jimny: confira carros pequenos e valentes

Dois giros depois, na 11º volta, Vettel abriu a janela dos pits entre os líderes. Com isso, Leclerc passou a ser o terceiro. Bottas fez a sua parada na volta seguinte, enquanto que Hamilton foi aos boxes na 13º volta. Como Charles seguia na pista, ele assumiu a ponta da corrida e parecia que poderia brigar pelo pódio. Entretanto, esse sentimento ficou apenas na imaginação, já que o monegasco começou a perder rendimento por conta dos pneus desgastados e quando fez seu pit stop, na volta 34, os quatro primeiros colocados já tinham conseguido abrir uma boa distância.

Batida de trânsito

O fato mais inusitado da corrida aconteceu na volta 31. Em uma briga no meio do pelotão, Daniel Ricciardo, da Renault, foi o protagonista de uma batida que mais parecia um incidente de trânsito. O australiano tentava superar a Toro Rosso de Danill Kvyat, mas perdeu o ponto de freada e passou reto. Com isso, o genro de Nelson Piquet também não conseguiu fazer a curva e os dois pararam na área de escape. Na tentativa de voltar para a pista, Ricciardo engatou a ré e acertou o bólido de Kvyat, fazendo ambos abandonarem a corrida.

Final disputado

Nas últimas voltas, Hamilton tentou se aproximar de Bottas para tentar alcançar a ponta, já que a liderança do campeonato também estava em jogo. Os dois pilotos faziam alternadamente as voltas mais rápidas da prova, mas um pequeno erro de Hamilton no finalzinho da corrida fez com que Bottas abrisse uma distância segura o suficiente para alcançar sua segunda vitória na temporada.

Fora do pódio, Leclerc precisou se contentar com um quinto lugar e o ponto extra de volta mais rápida, já que parou no 47º giro para colocar pneus novos justamente com este propósito.

Com a vitória, a Mercedes alcançou sua quarta dobradinha no ano, abrindo uma vantagem considerável na ponta do campeonato de construtores — 173 pontos, contra 99 da Ferrari. Já Bottas é o líder entre os pilotos, tendo conquistado 87 pontos até aqui, um a mais que Hamilton.

Ainda é cedo para cravar que os dois companheiros vão disputar a taça ponto a ponto, mas o último duelo entre dois pilotos da Mercedes, em 2016, não teve um final feliz para Lewis, já que Rosberg foi o campeão daquele ano.

Reprodução/F1.com

Resultados GP do Azerbaijão

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;