Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

The Foolitzer Prizes: prêmio expõe os produtores das piores fake news do ano

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Bianca Bellucci
Do 33Giga

16/01/2019 | 13:48


The Foolitzer Prizes é uma espécie de Framboesa de Ouro do jornalismo brasileiro. Isso porque ele tem o objetivo de premiar os produtores das piores fake news que rolaram durante o ano. Organizado pelo E-Farsas, site dedicado a desmascarar notícias falsas, está em sua primeira edição e promete ser um serviço contra o anti-jornalismo.

Leia mais
Fake News: por que a cultura das notícias falsas cresce no Brasil e o que fazer para identificá-las
Como denunciar fake news no WhatsApp?
Em 36 horas, estudantes criam plugin que identifica notícias falsas no Facebook

São cinco categorias disponíveis: Política, Saúde, Conspiração, Esportes e Entretenimento. Os vencedores serão escolhidos por um júri de especialistas e por voto popular. Você, inclusive, pode eleger sua fake news favorita. Basta acessar o site oficial. Lá, todas as notícias falsas são apresentadas com título e nome do produtor – para deixar bem claro quem dissemina esse tipo de conteúdo no Brasil.

O E-Farsas não informou até quando a votação está aberta ao público e quando serão revelados os vencedores do The Foolitzer Prizes.

Vale destacar ainda que o nome do prêmio é uma brincadeira com o The Pulitzer Prizes, renomada premiação norte-americano que homenageia os melhores trabalhos na área de jornalismo e literatura. Sem contar o trocadilho com a palavra fool, que significa tolo, em inglês.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

E já que o assunto é fake news, relembre farsas que já foram veiculadas pela internet:

 
 
<
>


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

The Foolitzer Prizes: prêmio expõe os produtores das piores fake news do ano

Bianca Bellucci
Do 33Giga

16/01/2019 | 13:48


The Foolitzer Prizes é uma espécie de Framboesa de Ouro do jornalismo brasileiro. Isso porque ele tem o objetivo de premiar os produtores das piores fake news que rolaram durante o ano. Organizado pelo E-Farsas, site dedicado a desmascarar notícias falsas, está em sua primeira edição e promete ser um serviço contra o anti-jornalismo.

Leia mais
Fake News: por que a cultura das notícias falsas cresce no Brasil e o que fazer para identificá-las
Como denunciar fake news no WhatsApp?
Em 36 horas, estudantes criam plugin que identifica notícias falsas no Facebook

São cinco categorias disponíveis: Política, Saúde, Conspiração, Esportes e Entretenimento. Os vencedores serão escolhidos por um júri de especialistas e por voto popular. Você, inclusive, pode eleger sua fake news favorita. Basta acessar o site oficial. Lá, todas as notícias falsas são apresentadas com título e nome do produtor – para deixar bem claro quem dissemina esse tipo de conteúdo no Brasil.

O E-Farsas não informou até quando a votação está aberta ao público e quando serão revelados os vencedores do The Foolitzer Prizes.

Vale destacar ainda que o nome do prêmio é uma brincadeira com o The Pulitzer Prizes, renomada premiação norte-americano que homenageia os melhores trabalhos na área de jornalismo e literatura. Sem contar o trocadilho com a palavra fool, que significa tolo, em inglês.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

E já que o assunto é fake news, relembre farsas que já foram veiculadas pela internet:

 
 
<
>

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;