Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Wi-Fi 6: entenda o mais recente padrão de rede sem fio

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

03/07/2020 | 14:18


O padrão 802.11ax, mais conhecido como Wi-Fi 6, é a geração mais recente de rede sem fio. Ele possibilita conexões wireless muito mais rápidas – um ganho equivalente a 40% em velocidade comparado com a configuração anterior. Dentro das condições ideais, o Wi-Fi 6 possui a capacidade de transferência de até 12 gigabits por segundo nas frequências de 2,4 GHz e 5 GHz.

Leia mais:
Os 50 melhores desenhos animados de todos os tempos
João e Maria, Cinderela, Os três porquinhos: agora o Google Assistente lê contos infantis

“Este novo padrão suporta mais dispositivos conectados ao mesmo tempo sem que haja perda na qualidade de conexão”, aponta Marcello Liviero, diretor nacional de vendas da TP-Link no Brasil. “Isso favorece os ambientes corporativos e famílias com muito integrantes, onde há a necessidade de mais pessoas acessando a rede simultaneamente.”

Abaixo, veja os três principais diferenciais da sexta geração da tecnologia de redes sem fio.

Mais velocidade
O Wi-Fi 6 permite taxas de transferência de até aproximadamente 1.201 megabits por segundo, ganho expressivo diante da máxima de 866 Mb/s disponibilizadas pela geração anterior. O roteador também é capaz de dividir canais para até 30 dispositivos diferentes ao mesmo tempo com um único canal, assegurando maior estabilidade e velocidade.

Economia de energia
Esse padrão permite que os dispositivos funcionem por meio de baterias, como celulares e notebooks, utilizando uma tecnologia que negocia tempo e volume de informações trocadas com a rede. “O dispositivo ganha mais controle sobre o Wi-Fi e pode colocar o transmissor para hibernar temporariamente, diminuindo significativamente o consumo de energia”, explica Liviero.

Segurança
Para serem comercializados, além do suporte para recursos específicos, como OFDMA, MU-MIMO, beamforming, 1024-QAM e Target Wake Time, é fundamental que os roteadores ofereçam suporte à criptografia WPA3, do contrário, não recebem certificado da Wi-Fi Alliance.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Wi-Fi 6: entenda o mais recente padrão de rede sem fio

Da Redação
Do 33Giga

03/07/2020 | 14:18


O padrão 802.11ax, mais conhecido como Wi-Fi 6, é a geração mais recente de rede sem fio. Ele possibilita conexões wireless muito mais rápidas – um ganho equivalente a 40% em velocidade comparado com a configuração anterior. Dentro das condições ideais, o Wi-Fi 6 possui a capacidade de transferência de até 12 gigabits por segundo nas frequências de 2,4 GHz e 5 GHz.

Leia mais:
Os 50 melhores desenhos animados de todos os tempos
João e Maria, Cinderela, Os três porquinhos: agora o Google Assistente lê contos infantis

“Este novo padrão suporta mais dispositivos conectados ao mesmo tempo sem que haja perda na qualidade de conexão”, aponta Marcello Liviero, diretor nacional de vendas da TP-Link no Brasil. “Isso favorece os ambientes corporativos e famílias com muito integrantes, onde há a necessidade de mais pessoas acessando a rede simultaneamente.”

Abaixo, veja os três principais diferenciais da sexta geração da tecnologia de redes sem fio.

Mais velocidade
O Wi-Fi 6 permite taxas de transferência de até aproximadamente 1.201 megabits por segundo, ganho expressivo diante da máxima de 866 Mb/s disponibilizadas pela geração anterior. O roteador também é capaz de dividir canais para até 30 dispositivos diferentes ao mesmo tempo com um único canal, assegurando maior estabilidade e velocidade.

Economia de energia
Esse padrão permite que os dispositivos funcionem por meio de baterias, como celulares e notebooks, utilizando uma tecnologia que negocia tempo e volume de informações trocadas com a rede. “O dispositivo ganha mais controle sobre o Wi-Fi e pode colocar o transmissor para hibernar temporariamente, diminuindo significativamente o consumo de energia”, explica Liviero.

Segurança
Para serem comercializados, além do suporte para recursos específicos, como OFDMA, MU-MIMO, beamforming, 1024-QAM e Target Wake Time, é fundamental que os roteadores ofereçam suporte à criptografia WPA3, do contrário, não recebem certificado da Wi-Fi Alliance.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;