Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Telefones fixos estão com os dias contados – na Grã-Bretanha

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

18/08/2021 | 15:18


*Por Vivaldo José Breternitz, que fala sobre o fim dos telefones fixos na Grã-Bretanha

As empresas de telecomunicações da Grã-Bretanha lideram um processo que deve levar à extinção dos telefones fixos até o ano de 2025. A partir daí, somente será possível o uso de celulares conectados à internet.

Leia mais:
Catflix: plataforma de streaming para gatos distrai bichanos em frente à TV
10 filmes e séries de zumbis para assistir no streaming

A mudança impactará serviços que dependem da rede de telefones fixos, como sistemas de alarme, caixas automáticos e as tradicionais cabines vermelhas de telefones públicos.

A medida pode trazer sérios prejuízos aos cidadãos que vivem em áreas com conectividade fraca. Visando minorar esses problemas, o governo britânico vem conduzindo pesquisas para viabilizar o uso da rede de água para instalação de cabos de fibra ótica que melhorariam ou viabilizariam o acesso à internet, pois 6% dos lares britânicos, ou cerca de 1,5 milhão de pessoas, não têm acesso à rede mundial de computadores.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para  e suas questões podem ser respondidas

Internet por eletricidade e os telefones fixos

Note-se que há mais de vinte anos já se falava na utilização da rede elétrica de baixa tensão para conexão à internet, com o uso de uma tecnologia chamada PLC (Power Line Communications), que evitaria os custos decorrentes da instalação de cabos de fibra ótica. Apesar de usada em algumas situações muito específicas, essa tecnologia não foi um sucesso comercial.

São motivos de preocupações também os milhões de cidadãos mais velhos e vulneráveis ??que não estão online ou não usam celulares – dependem de telefones fixos. Metade das pessoas com mais de 75 anos não está conectada à internet.

Órgãos de defesa do consumidor têm manifestado suas preocupações no sentido que a extinção dos telefones fixos (e públicos) pode gerar aumento de preços dos demais serviços, especialmente entre as camadas mais vulneráveis da população.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Também estão exigindo que sejam disponibilizados planos de telefonia celular contemplando apenas o uso de voz, como forma de manter o mesmo nível de serviços possibilitado pelas linhas fixas.

Outros pontos que precisam ser discutidos são a necessidade de substituição de celulares antigos e problemas que podem ser gerados quando faltar energia elétrica.

Mais uma vez fica claro que a transformação digital, apesar de muitos aspectos positivos, gera problemas que devem ser tratados com atenção.

*Vivaldo José Breternitz, doutor em ciências pela Universidade de São Paulo, é professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;