Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Os carros mais sem sentido lançados no mundo

Leo Alves

06/09/2019 | 15:48


Diversos estudos são feitos pelas montadoras antes de lançar um carro. São eles que determinam se o modelo será lançado, a aparência dos veículos e o publico-alvo. Entretanto, mesmo com todos esses estudos, certas vezes surgem alguns automóveis que parecem não fazer sentido. E mesmo assim há casos de modelos bem-sucedidos, mas nem todos têm a mesma sorte.

LEIA MAIS: Chevrolet chama Cruze, Sonic e Tracker para recall

25 carros legais para comprar por menos de R$ 25 mil

Nesta galeria, confira alguns carros sem sentido lançados no mercado brasileiro e no mundo.

Carros sem sentido lançados pelas montadoras

Foto: Divulgação

Derivado do Toyota iQ, o Aston Martin Cygnet teve vendas baixas e durou menos de dois anos. Ele tentou ser uma espécie de Smart ForTwo da marca inglesa, mas nunca fez muito sentido

Foto: Divulgação

Derivado do Toyota iQ, o Aston Martin Cygnet teve vendas baixas e durou menos de dois anos. Ele tentou ser uma espécie de Smart ForTwo da marca inglesa, mas nunca fez muito sentido

Foto: Divulgação

O BMW X6 popularizou os SUVs cupês, segmento que não faz sentido, mas tem muitos fãs pelo mundo

Foto: Divulgação

BMW X6

Foto: Divulgação

Outros modelos, como o Mercedes-Benz GLE Coupé, foram inspirados pelo modelo da BMW

Foto: Divulgação

Outros modelos, como o Mercedes-Benz GLE Coupé, foram inspirados pelo modelo da BMW

Foto: Divulgação

Entretanto, a primeira geração do Ssangyong Actyon já trazia linhas de SUV cupê antes mesmo do X6

Foto: Divulgação

Entretanto, a primeira geração do Ssangyong Actyon já trazia linhas de SUV cupê antes mesmo do X6

Foto: Divulgação

Em 1999, quando o Mercedes-Benz Classe A foi lançado no Brasil, havia a opção da transmissão semi-automática. Ela dispensava o pedal da embreagem, mas mantinha o câmbio manual de cinco marchas. Sendo assim, o motorista ainda precisava realizar as trocas. O sistema não emplacou e foi descontinuado, mas apareceu em outros carros

Foto: Divulgação

Também em 1999, o Fiat Palio Citymatic foi o primeiro a utilizar a transmissão semi-automática junto com um motor 1.0. Entretanto, assim como o Classe A, também vendeu pouco e saiu de linha pouco tempo depois

Foto: Divulgação

Apesar dos fracassos de Classe A e Palio, a Chevrolet resolveu apostar na transmissão semi-automática no lançamento da terceira geração do Corsa, em 2002, sendo outro fracasso em vendas

Foto: Divulgação

A sigla SS sempre remeteu aos modelos esportivos da Chevrolet. Porém, desempenho nunca foi o foco da Meriva, que tinha proposta familiar. Sendo assim, a Meriva SS foi uma versão que nunca fez muito sentido e que se diferenciava apenas por detalhes de acabamento mais esportivos. sem nenhuma alteração mecânica

Foto: Divulgação

Chevrolet Meriva SS

Foto: Divulgação

O Chevrolet Opala SS sempre foi um dos mais desejados da linha, principalmente por conta do desempenho dos motores 3.8 e 4.1 de seis cilindros. Entretanto, durante os anos 1970, a marca lançou o SS de quatro cilindros, com motor 2.5 e sem o mesmo desempenho

Foto: Divulgação

O Fiat Bravo Wolverine foi uma série especial lançada em 2016. Apesar do visual bem executado, os adesivos na lateral davam a impressão que o veículo tinha sido ralado

Foto: Divulgação

O Fiat Bravo Wolverine foi uma série especial lançada em 2016. Apesar do visual bem executado, os adesivos na lateral davam a impressão que o veículo tinha sido ralado

Foto: Divulgação

Com a mesma proposta do Meriva SS, o Fiat Idea Sporting também tentava ser um esportivo familiar

Foto: Divulgação

Com a mesma proposta do Meriva SS, o Fiat Idea Sporting também tentava ser um esportivo familiar

Foto: Divulgação

Outro modelo com proposta familiar, o Fiat Siena também ganhou uma versão Sporting — e que durou pouco

Foto: Divulgação

Outro modelo com proposta familiar, o Fiat Siena também ganhou uma versão Sporting — e que durou pouco

Foto: Divulgação

Para completar a linha Sporting, a Fiat Strada também recebeu o acabamento esportivo

Foto: Divulgação

Para completar a linha Sporting, a Fiat Strada também recebeu o acabamento esportivo

Foto: Divulgação

Assim como o Opala, o Ford Maverick também teve versões quatro cilindros. A 2.3, equipada com motor de origem Willys, não deixou saudades

Foto: Divulgação

Assim como o Opala, o Ford Maverick também teve versões quatro cilindros. A 2.3, equipada com motor de origem Willys, não deixou saudades

Foto: Divulgação

A Nissan Livina fez certo sucesso no mercado brasileiro, mas a versão X-Gear, com apelo aventureiro, não condizia muito com a proposta do carro

Foto: Divulgação

A Nissan Livina fez certo sucesso no mercado brasileiro, mas a versão X-Gear, com apelo aventureiro, não condizia muito com a proposta do carro

Foto: Divulgação

Lançado em 2007, o Renault Clio F1 Team teve apenas cinco unidades produzidas e era uma homenagem ao bicampeonato da escuderia da Fórmula 1. Porém, o visual não foi dos mais felizes

Foto: Divulgação

Lançado em 2007, o Renault Clio F1 Team teve apenas cinco unidades produzidas e era uma homenagem ao bicampeonato da escuderia da Fórmula 1. Porém, o visual não foi dos mais felizes

Foto: Divulgação

Lançado um pouco antes, em 2002, o Renault Clio O Boticário foi uma série especial que tentava agradar ao público feminino, segundo a marca, mas não vendeu bem e hoje é raro de encontrar um pelas ruas

Foto: Divulgação

Lançado um pouco antes, em 2002, o Renault Clio O Boticário foi uma série especial que tentava agradar ao público feminino, segundo a marca, mas não vendeu bem e hoje é raro de encontrar um pelas ruas

Foto: Divulgação

O Renault Logan Stepway é basicamente um Sandero Stepway com três volumes vendido na Rússia

Foto: Divulgação

O Renault Logan Stepway é basicamente um Sandero Stepway com três volumes vendido na Rússia

Foto: Divulgação

Irmão gêmeo do Ford Verona, o Volkswagen Apollo só durou dois anos. Mais caro e praticamente idêntico ao irmão da marca americana, nunca fez sucesso no Brasil

Foto: Divulgação

O Volkswagen Fusca deixou de ser produzido em 1986 no Brasil. Entretanto, em 1993, o presidente da república Itamar Franco pediu que o besourou voltasse a ser produzido. A VW aceitou a ordem e relançou o modelo. Como nessa época o mercado brasileiro estava se modernizando, não fazia muito sentido relançar um carro projetado nos anos 1930

Foto: Divulgação

O Volkswagen Fusca deixou de ser produzido em 1986 no Brasil. Entretanto, em 1993, o presidente da república Itamar Franco pediu que o besourou voltasse a ser produzido. A VW aceitou a ordem e relançou o modelo. Como nessa época o mercado brasileiro estava se modernizando, não fazia muito sentido relançar um carro projetado nos anos 1930

Foto: Divulgação

Imagine um carro moderno ser lançado com um motor carburado nos dias atuais. Guardadas as devidas proporções, foi mais ou menos isso que a Volkswagen fez ao lançar o Gol, em 1980. Ele era o sucessor moderno do Fusca, mas pegava emprestado o motor boxer refrigerado a ar do besouro. O hatch só emplacou quando passou a usar os propulsores refrigerados a água

Foto: Divulgação

Imagine um carro moderno ser lançado com um motor carburado nos dias atuais. Guardadas as devidas proporções, foi mais ou menos isso que a Volkswagen fez ao lançar o Gol, em 1980. Ele era o sucessor moderno do Fusca, mas pegava emprestado o motor boxer refrigerado a ar do besouro. O hatch só emplacou quando passou a usar os propulsores refrigerados a água

Foto: Divulgação

A Volkswagen cometeu o mesmo erro na Saveiro, em 1982, lançando a picape com o propulsor boxer 1600 a ar do Fusca. O erro, porém, foi corrigido posteriormente

Foto: Divulgação

Golf e Polo receberam na Europa a estranha versão Harlekin. Ela demonstrava a variedade de cores disponível na gama VW durante os anos 1990, pintando cada parte da carroceria com uma tonalidade

Foto: Divulgação

Golf e Polo receberam na Europa a estranha versão Harlekin. Ela demonstrava a variedade de cores disponível na gama VW durante os anos 1990, pintando cada parte da carroceria com uma tonalidade

Foto: Divulgação

VW Polo Harlekin 1995

Foto: Divulgação

VW Polo Harlekin 1995

Foto: Divulgação

Em 2016, a Volkswagen adicionou o motor 1.6 MSI ao portfólio do Golf. Trata-se de um bom motor, mas o problema é que logo depois a marca passou a oferecer o 1.0 TSI no modelo, que rendia quase a mesma potência. Com isso, o Golf 1.6 durou menos de um ano

Foto: Divulgação

Em 2016, a Volkswagen adicionou o motor 1.6 MSI ao portfólio do Golf. Trata-se de um bom motor, mas o problema é que logo depois a marca passou a oferecer o 1.0 TSI no modelo, que rendia quase a mesma potência. Com isso, o Golf 1.6 durou menos de um ano

Foto: Divulgação

Vendida entre 1981 e 1985, a VW Kombi a diesel não emplacou

Foto: Divulgação

Em 2013, após 56 anos de produção, a Kombi saiu de linha. A Velha Senhora recebeu uma bonita versão de despedida. Porém, seu preço era elevado e fez com que diversas unidades encalhassem. Nesse caso, o que não faz sentido é o valor cobrado, e não o modelo em si

Foto: Divulgação

Em 2013, após 56 anos de produção, a Kombi saiu de linha. A Velha Senhora recebeu uma bonita versão de despedida. Porém, seu preço era elevado e fez com que diversas unidades encalhassem. Nesse caso, o que não faz sentido é o valor cobrado, e não o modelo em si

Foto: Divulgação

A Volkswagen tentou baratear o Polo em 2003 com uma versão 1.0. Porém, uma mudança nos tributos fez o preço da versão 1.6 cair e deixou os dois modelos com valores próximos. Dessa forma, o Polo 1.0 não teve vida longa

Foto: Divulgação

A Volkswagen tentou baratear o Polo em 2003 com uma versão 1.0. Porém, uma mudança nos tributos fez o preço da versão 1.6 cair e deixou os dois modelos com valores próximos. Dessa forma, o Polo 1.0 não teve vida longa

Foto: Divulgação

Meio cupê e meio off-road. Assim é o Volvo S60 Cross Country, uma versão que não faz muito sentido dentro da gama do modelo

Foto: Divulgação

Meio cupê e meio off-road. Assim é o Volvo S60 Cross Country, uma versão que não faz muito sentido dentro da gama do modelo

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;