Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Madeireiros são denunciados por contrabando no PA


Do Diário OnLine

14/05/2003 | 09:10


O madeireiro José Silva Barros e sua mulher, Francisca Lucena Barros, foram denunciados à Justiça Federal pelo Ministério Público. Proprietários da empresa Cilla Indústria e Comércio de Madeira Ltda, eles são acusados de exploração, transporte e armazenagem de 3,5 mil metros cúbicos de mogno e cedro, em Castelo dos Sonhos, município de Altamira, no sudoeste do Pará.

O contrabando da madeira foi flagrado por fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e agentes da Polícia Federal, durante a 'Operação Amazônia', em setembro de 1999.

O casal é pai de Antonio Lucena Barros, o 'Maranhense' que, semana passada, foi denunciado por procuradores federais do Pará, Brasília e Tocantins por prática de trabalho escravo nas Fazendas São Roberto e Vale do Rio Fresco, no sul do Pará.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Madeireiros são denunciados por contrabando no PA

Do Diário OnLine

14/05/2003 | 09:10


O madeireiro José Silva Barros e sua mulher, Francisca Lucena Barros, foram denunciados à Justiça Federal pelo Ministério Público. Proprietários da empresa Cilla Indústria e Comércio de Madeira Ltda, eles são acusados de exploração, transporte e armazenagem de 3,5 mil metros cúbicos de mogno e cedro, em Castelo dos Sonhos, município de Altamira, no sudoeste do Pará.

O contrabando da madeira foi flagrado por fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e agentes da Polícia Federal, durante a 'Operação Amazônia', em setembro de 1999.

O casal é pai de Antonio Lucena Barros, o 'Maranhense' que, semana passada, foi denunciado por procuradores federais do Pará, Brasília e Tocantins por prática de trabalho escravo nas Fazendas São Roberto e Vale do Rio Fresco, no sul do Pará.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;