Turismo Titulo No extremo sul
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Por Paulo Basso Jr.
Do Rota de Férias
01/11/2023 | 19:00
Compartilhar notícia


Uma felicidade extrema parece tomar conta de quem procura o que fazer em Key West, na Flórida. Afinal, a ilha mais ao sul dos Estados é um destino lindo de morrer, com muitas atrações ligadas à natureza e também à boemia, bom para quem viaja em família, mas, também, em casal ou grupo de amigos.

Segui para lá de carro (este comparador online é bom para ver o preço de diversas locadoras), partindo de Miami, e passei dias maravilhosos em meio aos pontos turísticos da região.

Vou compartilhar tudo que vi por lá aqui para que você possa planejar seu roteiro em Key West.

O que fazer em Key West

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Fort Jefferson, em Dry Tortugas

Apenas 4h30min de carro ligam Miami a Key West. Ali, no extremo sul da Flórida, há bares que não têm horas para fechar, lojas descoladas, um museu dedicado a Ernest Hemingway e lugares de onde se avista o pôr do sol – eleito por muitas pessoas (e com razão) como um dos mais lindos do mundo.

As principais atrações de Key West são:

  1. Duval Street
  2. Sloppy Joe’s
  3. Mallory Square
  4. Tour de barco para ver o pôr do sol
  5. The Hemingway Home and Museum
  6. Praias de Key West
  7. Ponto mais ao sul dos EUA
  8. Key West Lighthouse
  9. Mel Fisher Maritime Museum
  10. Dry Tortugas

Neste artigo, você verá todas elas em detalhes e também  uma série de dicas distribuídas nos seguintes tópicos:

  • Como chegar a Key West
  • 10 atrações em Key West
  • Seguro viagem EUA
  • Chip viagem EUA
  • Onde ficar em Key West
  • Dicas para viajar aos EUA

E aí, pronto para descobrir os principais pontos turísticos de Key West?

Planeje-se – Hotéis em oferta em Key West.

Como chegar a Key West

Paulo Basso Jr
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
7 Mille Bridge, na Overseas Highway

Key West é um excelente destino para visitar a partir de Miami, cidade da Flórida conectada ao Brasil com vários voos diretos (de companhias como Latam e American Airlines) e também com conexão. Eu costumo usar o metabuscador da Vai de Promo para ver todas as opções de uma vez, listadas pelos menores preços disponíveis. É prático e vale muito a pena.

Miami, por sua vez, está ligada a Key West pela Overseas Highway, uma que contempla nada menos que 42 pontes, muitas delas cênicas. A última vale até uma parada para foto. Trata-se da 7 Mille Bridge, que tem cerca de 11 km e é cercada pelo mar verdinho que toma conta do pedaço.

Durante o caminho, o que não faltam são carros superesportivos, com destaques para os Mustangs e Corvettes. Coloridos, eles emprestam um charme a mais ao roteiro. Se puder, alugue um deles, abra a capota e desfrute do visual.

Minha dica, como ressaltei acima, é usar o comparador online da Mobility para encontrar os melhores preços de carros para alugar na Flórida.

Outras keys pelo caminho

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Playa Largo Resort and Spa, em Key Largo

Antes de chegar a Key West, você passa por quatro keys (como as ilhas e ilhotas são chamadas no sul da Flórida): Key Largo, Islamorada, Marathon e Big Pie. A primeira é a mais charmosa delas. Palco do John Pennekamp Coral Reef State Park, o local é tomado por verde e oferece boas trilhas, além de praias convidativas para mergulhos.

Alguns resorts concentram faixas de areia privadas, como o Playa Largo Resort and Spa, um lugar confortável para pernoitar caso não queira puxar direto a viagem até Key West. As outras keys pelo caminho também têm seus encantos, mas é difícil resistir e não seguir direto para o destino final.

10 atrações em Key West

Confira as principais atrações de Key West.

1 – Duval Street

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Duval Street, em Key West

Key West é a maior entre as keys da Flórida e preserva uma arquitetura colonial praiana típica dos anos 1920. A Duval Street, rua principal, é uma graça.

Ali, casarões com fachadas coloridas abrigam bares, restaurantes, cafés e lojas fofas. As pessoas andam a pé, de bike ou nos lindos conversíveis que as levaram até lá, sempre com um sorriso no rosto.

Tudo na região chama a atenção dos olhos, das farmácias às igrejas e padarias. O antigo prédio da alfândega, imponente e com paredes vermelhas, é palco hoje de um grande museu que conta a história da região.

Ao lado dele há grandes resorts, como o Margaritaville Beach House Key West, bem como uma estátua de um casal se beijando e um píer de onde partem ferries para Sunset Key, ilha que abriga um hotel luxuoso chamado Sunset Keys Cottages, dono de um ótimo restaurante.

2 – Sloppy Joe’s

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Sloppy Joe’s, o bar de Hemingway

De volta à Duval Street, vale saber que as baladas e os bares ficam abertas até tarde por lá. Um dos endereços mais famosos é o Sloppy Joe’s, bar em que Hemingway costumava apreciar seus drinques favoritos, como Daiquiri e Mojito, quando morava na região.

Ao menos hoje, as bebidas não são lá grande coisa, mas têm ótimas histórias para contar.

  • Endereço201 Duval St, Key West
  • Horário: de segunda a sábado, das 9h às 4h, e de domingo, das 12 às 4h

3 – Mallory Square

Bob Krist – Divulgação
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Mallory Square, uma das atrações de Key West

É perto do antigo prédio da alfândega, na Duval Street, que está também a Mallory Square, praça que fica lotada depois das 17h, com direito a apresentações musicais, barraquinhas de comida. A movimentação frenética de pessoas tem como intuito principal assistir ao maravilhoso pôr do sol.

Num espetáculo que se repete diariamente (mesmo porque, até no inverno, o sol brilha forte em Key West), barcos à vela e iates desfilam pelo pedaço, quando não ancoram ali do lado, na marina, que empresta ares de St. Tropez ao extremo sudeste dos Estados Unidos. Assim que o sol dá até logo, soam merecidos aplausos.

4 – Tour de barco para ver o pôr do sol

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Pôr do sol espetacular em Key West

Key West é famosa pelo pôr do sol, como não consigo parar de destacar por aqui. E uma das melhores maneiras de curtir o visual é fazer um passeio de barco ao longo da costa para o astro-rei se despedir.

Os tours rolam nas águas do Golfo do México, em geral bastante cristalinas e repletas de golfinhos – o que pode ser um plus a mais para o passeio, caso eles deem o ar da graça. Em geral, duram duas horas e são acompanhados de apresentações músicas e conta com aperitivos e open bar.

Quem preferir também pode fazer passeios de barco com chão de vidro e mergulhar com snorkel em Key West. Ambas as atividades são bem divertidas.

Veja aqui informações e valores do tour de barco para ver o pôr do sol em Key West.

5 – The Hemingway Home and Museum

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Museu dedicado a Hemingway, em Key West

Vindo de Cuba para os Estados Unidos nos anos 1930, Ernest Hemingway morou por muitos anos em Key West ao lado de sua segunda mulher, Pauline Pfeiffer.

Já famoso, o escritor comprou um dos casarões mais belos da região – o primeiro, inclusive, a ter uma piscina –, e lá montou um agradável escritório, onde escreveu parte de alguns de seus livros mais famosos, como Por Quem os Sinos Dobram e As Neves do Kilimanjaro.

Hoje, a casa se transformou no The Hemingway Home and Museum, que conta com objetos e mobiliário de época, cartazes, máquinas de escrever, exposições históricas e gatos, muitos gatos. Há quase 60 deles, todos com uma mutação genética que pode dar origem a seis dedos nas patas, oriunda de Show White, uma das gatas prediletas do escritor.

  • Endereço907 Whitehead St, Key West
  • Horário: diariamente, das 9h às 17h

6 – Praias de Key West

O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Smathers Beach

Apesar de toda a vibe litorânea, Key West não tem praias tão empolgantes, à exceção de Smathers, Higgs e Dog Beach, as mais movimentadas do pedaço (mas não exatamente bonitas, ao menos para os brasileiros).

Smathers é a maior praia de Key West. Trata-se de um bom lugar para relaxar e aproveitar o sol. A areia branca e água cristalina são perfeitas para nadar, fazer snorkel ou praticar outros esportes aquáticos.

Outra praia que pode ser explorada é a Fort Zachary Taylor, onde dá para fazer snorkel e visitar um forte.

7 – Ponto mais ao sul dos EUA

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Southernmost Point Buoy

Um dos pontos turísticos de Key West mais fotografados é o marco que aponta o trecho mais ao sul dos Estados Unidos, chamado Southernmost Point Buoy. Ele sequer é bonito, mas uma vez lá, vale registrar.

Deste ponto, você estará a apenas 150 km de Cuba.

8 – Key West Lighthouse

Este farol histórico de 1847 é uma das grandes atrações de Key West. A estrutura abriga um museu que conta sua história e da cidade, bem como das pessoas que mantiveram o local em funcionamento.

  • Endereço938 Whitehead St, Key West
  • Horário: diariamente, das 10h às 17h

9 – Mel Fisher Maritime Museum

O Mel Fisher Maritime Museum é dedicado à história marítima de Key West. O local conta como foi a caça ao tesouro do Nuestra Señora de Atocha, navio espanhol que afundou na costa de Key West em 1622.

Há uma versão deste mesmo museu na região de Indian River County, perto de Vero Beach, na costa leste da Flórida. Trata-se de um bom lugar para ir com crianças.

  • Endereço200 Greene St, Key West
  • Horário: diariamente, das 10h às 16h

10 – Dry Tortugas

Paulo Basso jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Hidroavião sobrevoando Key West

Se a ideia é procurar um cenário de Caribe, vale mais a pena fazer um passeio de hidroavião desde o pequeno aeroporto de Key West até Dry Tortugas, arquipélago que dá vida a um dos parques nacionais mais extremos do país. O tour custa em torno de US$ 400 por passageiro.

Também dá para fazer o trajeto em 2h30min a bordo de um ferry (de avião é pouco mais de meia hora) pela metade do preço. Mas aí você não terá acesso à espetacular vista aérea, que arrasa tanto na ida quanto na volta, durante o pôr do sol.

A única ilha aberta ao público em Dry Tortugas, que foi alvo de piratas séculos atrás, conta hoje apenas com algumas praias que servem de moldura para o Fort Jefferson, fortaleza que, mais do que defender a ilha, foi usada como prisão pelo governo americano.

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Hidroavião em praia de Dry Tortugas

Uma vez lá, você pode passear pelos muros e torres para ter uma bela vista e fazer fotos. Mais do que isso, pode fazer snorkeling em meio a peixes coloridos e até inofensivos tubarões. Ou então ficar tomando sol nas praias de areia branquinha, apenas observando o mar cristalino, com estonteantes tons de azul.

O passeio pode durar meio dia ou um dia inteiro. Não dá para pernoitar por lá. É preciso levar algum lanche, fazer piquenique e, claro, recolher tudo e não deixar nenhuma sujeira antes de voar de volta para Key West.

Seguro viagem EUA

Ao viajar, não deixe de fazer um seguro viagem. Afinal, os custos com saúde fora do Brasil costumam ser caríssimos e todos estão sujeitos a imprevistos.

Caso você tenha comprado as passagens aéreas com cartão de crédito, verifique se você não tem direito a um plano de seguro viagem. Do contrário, minha sugestão é entrar neste comparador online, que vasculha as principais seguradoras de viagem em busca dos melhores preços, sem que você precise ficar entrando no site de cada uma delas. É uma mão na roda, eu não viajo sem fazer isso.

O grande lance é que você economiza e ainda ganha um tempão na hora de fechar o seguro viagem. Depois de fazer sua escolha, use o cupom ROTADEFERIAS15 na caixa “Cupom de desconto” e ganhe 15% de desconto.

Chip viagem EUA

Confesso: não consigo viajar mais sem um chip viagem internacional. Ficar conectado é imprescindível por vários aspectos: comunicação, segurança e praticidade. Nunca se sabe quando você precisará falar com alguém, consultar algum endereço, resolver algum problema ou garantir alguma reserva.

Existem várias opções no mercado, mas os serviços que eu mais gosto são o da America Chip e o chip de viagem da Seguros Promo. Primeiro porque ambos funcionam bem na maioria dos lugares (em todo o mundo), e segundo porque o atendimento é ótimo. Eles têm até chips virtuais (eSim), o que facilita muito a vida na hora de instalar no telefone e usar. É realmente prático.

Não se esqueça de consultar os preços e contratar seu pacote antes de viajar.

Onde ficar em Key West

Os melhores lugares para ficar em Key West são os arredores da Duval Street e da Mallory Square. Para quem não abre mão de se hospedar na praia, considere as imediações da Smathers Beach, da Higgs e da Dog Beach.

Confira algumas opções de hotéis em Key West e, também, Key Largo, no caminho entre Miami e o extremo sul da Flórida.

Margaritaville Beach House Key West

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Margaritaville Beach House Key West

A grande vantagem de ficar neste hotel é que você ficará perto da Duval Street e da Mallory Square, dois entre os maiores pontos turísticos de Key West. O clima por lá é de descontração, com muitos drinques rolando nos bares e nas piscinas, que estão sempre agitadas.

Veja preços e avaliações

The Perry Hotel Key West

Paulo Basso Jr.
O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
The Perry Hotel

Este hotel-butique fica um pouco afastado do centro, mas conta com um ótimo restaurante, uma piscina elegante e uma bela marina.

Veja preços e avaliações

Playa Largo Resort and Spa

O que fazer em Key West, na Flórida – 10 atrações e dicas
Playa Largo Resort and Spa, em Key Largo Paulo Basso Jr. 

Em Key Largo, no caminho entre Miami e Key West, é uma boa opção de pernoite. Tem uma ampla piscina e uma praia particular com um redário cheio de estilo.

Veja preços e avaliações

Outros hotéis em Key West

As opções abaixo também são recomendadas para quem procura onde ficar em Key West.

Para quem procura boa relação custo-benefício, as dicas são:

Você terá doses extras de conforto ao se hospedar nos seguintes hotéis:

O que você precisa saber antes de ir a Key West

Quando planejo minhas viagens para Key West, recorro a uma série de ferramentas de auxílio antes mesmo de fazer as malas. Assim, consigo comprar passagens aéreas mais baratas, alugar carros e reservar hotéis, bem como passeios, transfers e ingressos para atrações, com mais segurança e pagando menos.

É imprescindível também fazer um seguro viagem e comprar um chip de viagem internacional. Assim, você evita os gastos absurdos cobrados com saúde no país, caso algo fuja do previsto, e consegue usar internet ou telefone para se comunicar com quem está no Brasil, checar e-mails, postar fotos no Instagram, usar o WhatsApp e tudo mais.

Já fez a reserva da passagem aérea?

Para não ficar perdendo tempo entrando em um monte de site de companhia aérea, uso a plataforma Vai de Promo na hora de comprar passagens. Gosto dela pelo fato de indicar as principais rotas disponíveis e listar, de forma automática, os melhores preços.

Onde ver preços: Vai de Promo

Sabe onde ficará hospedado?

Uma boa dica para encontrar hotéis e consultar avaliações de quem já foi é usar o Booking.com. O site tem sempre boas ofertas e permite fazer reservas de forma prática e rápida. Eu indico, sobretudo, hotéis, pousadas e casas de aluguel que permitem pagamento apenas na chegada ao destino.

Onde ver preços e avaliações: Booking.com

Já garantiu o seguro viagem?

Indico de longe o Seguros Promo e a Vai de Promo, metabuscadores que vasculham as principais seguradoras de viagem do Brasil em busca dos melhores preços, sem que você precise ficar entrando no site de cada uma delas. Assim, dá para economizar e ainda ganhar um tempão. Depois de fazer sua escolha, use o cupom ROTADEFERIAS15 na caixa “Cupom de desconto” e ganhe 15% de desconto.

Onde consultar: Seguros Promo ou Vai de Promo.

Pediu o chip viagem para usar internet ilimitada?

Jamais deixo de adquirir um chip viagem internacional, que permite acesso à internet durante o passeio. O custo proporcional à viagem é superbaixo, e o serviço, ótimo. Testei  várias opções e costumo usar os chips da America Chip, que têm ótimo atendimento e nunca me deixam na mão. Eles, inclusive, têm planos de eSim.

Onde pedir: America Chip

Vai alugar carro? Reserve com antecedência

Uma das escolhas mais difíceis na hora de viajar é identificar o meio de transporte que usará no destino. Se a ideia é alugar carro, a dica é sempre fazer reserva com antecedência. Sugiro o comparador online da Mobility que, com uma única pesquisa, exibe os melhores valores de locadoras confiáveis. Vale a pena.

Onde reservar: Mobility

Reservou os ingressos das atrações?

Não tem nada mais frustrante do que viajar e não conseguir entrar numa atração por falta de reserva. Por isso, ao definir nossos roteiros, garanto tudo com antecedência. Existem ótimos serviços, como o Civitatis, que oferecem não apenas tíquetes de pontos turísticos, mas também de eventos, parques temáticos e até mesmo transfers.

Onde reservar: Civitatis

LEIA TAMBÉM:




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;