Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Projeto Reciclarede receberá verba de R$ 1,5 mi do BNDES


Márcia Pinna Raspanti
Do Diário do Grande ABC

04/06/2004 | 23:38


A Prefeitura de Santo André divulgou nesta sexta o projeto Reciclarede, que irá receber cerca de R$ 1,5 milhão do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). A verba será utilizada na coleta, triagem, comercialização e beneficiamento de resíduos sólidos da cidade. Os ministérios da Saúde e das Cidades também irão doar ao Reciclarede R$ 500 mil para a construção de uma usina de triagem e beneficiamento de madeira.

Segundo o secretário de Desenvolvimento e Ação Regional de Santo André, Jeroen Klink, o projeto irá criar até 610 empregos diretos e indiretos. "Os recursos serão liberados por etapas. A carta de aprovação do banco chega na semana que vem e até o final do ano o projeto estará implementado", disse.

O Reciclarede será dividido em cinco fases. A primeira será o levantamento das informações sobre a cadeia de resíduos sólidos. A seguir, o projeto se dedicará a capacitação dos envolvidos. O maior volume de recursos será destinado à infra-estrutura (compra de material e equipamentos).

A introdução de novas técnicas de reciclagem é o quarto passo. Ao final, será feita uma avaliação dos resultados obtidos. Klink lembrou que o BNDES vai monitorar cada etapa da implementação do projeto. "Foi uma doação e o banco quer ver os resultados. A verba é liberada pelo Banco do Brasil à medida que as ações avançam", disse.

O prefeito do município, João Avamileno, disse que o projeto é importante em dois aspectos principais. "Vamos investir na preservação do meio ambiente e na inclusão social, já que há capacitação de pessoal e geração de empregos diretos e indiretos", disse.

Avamileno afirmou estar satisfeito com o montante da verba. "É claro que poderia ser mais. O valor, porém, é suficiente para um amplo aprimoramento da coleta seletiva na cidade."

O projeto é uma ação conjunta da secretaria de Desenvolvimento e Ação Regional, do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental), da Organização Internacional do Trabalho, das cooperativas de reciclagem Cidade Limpa e Coopcicla, o Centro Universitário Santo André, sindicatos, empresários, a ONG Usina da Reciprocidade e entidades de pesquisa e ensino.

Santo André implementou a coleta e beneficiamento dos resíduos sólidos há quatro anos. O Reciclarede tem como objetivo criar duas cooperativas de reciclagem, com 220 trabalhadores e oito estações de coleta, além de um escritório central para comercialização de produtos e uma escola de arte-reciclagem e educação ambiental.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;