Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Após decisão do Copom, dólar sobe por cautela com inflação e fiscal



28/10/2021 | 09:44


O dólar opera em alta nesta quinta-feira, 28, após o Copom elevar a Selic em 150 pontos, ontem, a 7,75% ao ano. Os gatilhos são o avanço do IGP-M de outubro acima do teto das projeções do mercado e o novo adiamento da PEC dos Precatórios na Câmara, que aumentam as preocupações com a inflação e o risco fiscal extrateto de gastos públicos.

A subida da moeda americana ante o euro mais cedo é precificada também. O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu elevar a Selic em 150 pontos-base na quarta-feira, para 7,75% ao ano, a maior alta de juros em 19 anos - além de sinalizar outra alta da mesma magnitude em dezembro.

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) avançou 0,64% em outubro, após cair 0,64% em setembro. O resultado ficou acima do teto das estimativas do mercado coletadas pelo Projeções Broadcast, de 0,61%.

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) avançou 1,8 ponto na passagem de setembro para outubro, na série com ajuste sazonal, para 99,1 pontos. Em médias móveis trimestrais, o índice subiu 0,4 ponto.

Na Alemanha, o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) avançou 4,5% em outubro ante igual mês de 2020, mostrando também aceleração em relação ao avanço de 4,1% em setembro e acima do esperado por analistas (+4,4%).

O dado alemão reforça a cautela com a inflação na Europa e também porque o BCE anunciou hoje cedo a manutenção de juros e que seguirá com compras do PEPP em ritmo moderadamente menor. O BCE reafirmou também que os juros básicos vão continuar nos níveis atuais ou menores "até que a meta de inflação de 2%" seja alcançada de forma duradoura, ajudando ainda a enfraquecer o euro.

A presidente do BCE, Christine Lagarde, comenta a decisão de hoje em coletiva de imprensa, a partir das 9h30. No mesmo horário, será divulgado o Produto Interno Bruto dos Estados Unidos no terceiro trimestre.

Às 9h24 desta quinta, o dólar à vista subia 0,88%, a R$ 5,6045. O dólar para novembro ganhava 1,19%, a R$ 5,6060.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;