Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Qual era a função dos castelos?


Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

20/09/2020 | 09:34


A principal função dos primeiros castelos não era servir de residência, mas proteger e abrigar a família de um nobre ou a corte real. Os castelos que temos em mente hoje, cheio de torres, começaram a surgir Idade Média (entre os séculos 5 e 15), sendo evolução daqueles já construídos no Império Romano. Os primeiros foram feitos com terra e madeira, mas, posteriormente, foram usadas pedras. 

Com o tempo passaram a ser sinônimos de poder, ainda que sem luxo ou conforto, tendo ainda funções de proteção também, por isso as altas e grossas muralhas e torres para observação. A existência de um fosso externo ao seu redor e o acesso por uma ponte levadiça são também características da sua finalidade de defesa. 

Os castelos tornaram-se centros do poder político e da administração de uma certa localidade – comportando grande número de pessoas, funcionários, guardas e serviçais. 

DIVISÕES

Eram muitas as dependências. Havia uma capela (pequena igreja), uma sala de banho (banheiros de hoje), o salão central, a cozinha, a dispensa, o solarium, a cisterna (caixa d’água) e inúmeras latrinas (buracos que levavam os dejetos para fora das muralhas ou para fossas que eram periodicamente esvaziadas). Havia até uma prisão denominada masmorra, construída no subsolo onde os presos eram mantidos acorrentados e sem direito a comunicação.

Na antiguidade existiam castelos em diferentes regiões do mundo como na América, na Ásia e na África, mas, é na Europa medieval, que os encontramos em maior número – continente que possui hoje a maior concentração de castelos do mundo, muitos ainda utilizados pelos seus proprietários ou abertos à visitação de turistas. A Alemanha, França e Inglaterra são exemplos de países que possuem o maior número e os mais belos castelos da Europa.

E para quem não sabe, no Brasil há inúmeros e belíssimos castelos construídos desde o século 19, exemplo disso são as edificações de Itaipava e da Ilha Fiscal, ambas localizadas no Rio de Janeiro, e o Castelo de Batel, em Curitiba, no Paraná. 

O maior castelo do mundo, segundo o livro dos recordes, o Guinness Book,é o Castelo de Praga, com 70 mil metros quadrados de área – cerca de dez campos de futebol. Ele fica no alto da colina Hradcany, às margens do rio Vltava, que corta a capital checa.

Consultoria de Frank Borges, historiador e professor do ensino médio do Colégio Singular, de Santo André.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Qual era a função dos castelos?

Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

20/09/2020 | 09:34


A principal função dos primeiros castelos não era servir de residência, mas proteger e abrigar a família de um nobre ou a corte real. Os castelos que temos em mente hoje, cheio de torres, começaram a surgir Idade Média (entre os séculos 5 e 15), sendo evolução daqueles já construídos no Império Romano. Os primeiros foram feitos com terra e madeira, mas, posteriormente, foram usadas pedras. 

Com o tempo passaram a ser sinônimos de poder, ainda que sem luxo ou conforto, tendo ainda funções de proteção também, por isso as altas e grossas muralhas e torres para observação. A existência de um fosso externo ao seu redor e o acesso por uma ponte levadiça são também características da sua finalidade de defesa. 

Os castelos tornaram-se centros do poder político e da administração de uma certa localidade – comportando grande número de pessoas, funcionários, guardas e serviçais. 

DIVISÕES

Eram muitas as dependências. Havia uma capela (pequena igreja), uma sala de banho (banheiros de hoje), o salão central, a cozinha, a dispensa, o solarium, a cisterna (caixa d’água) e inúmeras latrinas (buracos que levavam os dejetos para fora das muralhas ou para fossas que eram periodicamente esvaziadas). Havia até uma prisão denominada masmorra, construída no subsolo onde os presos eram mantidos acorrentados e sem direito a comunicação.

Na antiguidade existiam castelos em diferentes regiões do mundo como na América, na Ásia e na África, mas, é na Europa medieval, que os encontramos em maior número – continente que possui hoje a maior concentração de castelos do mundo, muitos ainda utilizados pelos seus proprietários ou abertos à visitação de turistas. A Alemanha, França e Inglaterra são exemplos de países que possuem o maior número e os mais belos castelos da Europa.

E para quem não sabe, no Brasil há inúmeros e belíssimos castelos construídos desde o século 19, exemplo disso são as edificações de Itaipava e da Ilha Fiscal, ambas localizadas no Rio de Janeiro, e o Castelo de Batel, em Curitiba, no Paraná. 

O maior castelo do mundo, segundo o livro dos recordes, o Guinness Book,é o Castelo de Praga, com 70 mil metros quadrados de área – cerca de dez campos de futebol. Ele fica no alto da colina Hradcany, às margens do rio Vltava, que corta a capital checa.

Consultoria de Frank Borges, historiador e professor do ensino médio do Colégio Singular, de Santo André.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;