Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Baldy ignora BYD e projeta início do BRT em 2020

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em audiência com deputados, secretário foi vago sobre prazos das obras ao Grande ABC


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

20/07/2020 | 22:00


Durante reunião com deputados integrantes da comissão de transportes da Assembleia Legislativa – que contou, inclusive, com parlamentares da bancada do Grande ABC –, o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, ignorou questionamentos sobre a proposta da empresa chinesa BYD, que quer retomar o projeto original da Linha 18-Bronze do Metrô, que prevê ligar a região e a Capital por meio de monotrilho. Baldy declarou apenas que quer ainda neste ano ver início das obras do BRT (sigla em inglês para ônibus de alta velocidade), modal escolhido pelo Estado em subsituição ao monotrilho.

Na semana passada, em audiência, o secretário realizou balanço dos projetos de mobilidade do governo do Estado e respondeu a questionamentos de parlamentares que fazem parte da comissão de transportes e comunicações da Assembleia. Dos nomes da região participaram os três deputados com domicílio eleitoral em São Bernardo: Carla Morando (PSDB), Coronel Nishikawa (PSL) e Luiz Fernando Teixeira (PT).

Questionado sobre a empresa BYD, que pretende resgatar projeto original do monotrilho para a Linha 18, Baldy ignorou completamente e sequer revelou se chegou a analisar o projeto do grupo chinês. O secretário, porém, afirmou intenção de dar início à obra do BRT em 2020. “Que nós possamos iniciar mais rapidamente essa obra (do BRT). Nosso desejo é para iniciar ainda no ano de 2020, mesmo com todos esses desafios da pandemia (de Covid-19)”, disse Baldy. O secretário ainda explicou que a publicação do edital, programada para março deste ano, ficou prejudicada devido à crise sanitária do novo coronavírus. O titular da pasta não detalhou, entretanto, quando as regras de licitação serão oficializadas.

Para Luiz Fernando, autor dos questionamentos sobre a BYD e sobre o monotrilho, o governo do Estado não apresentou, pelo menos até agora, nenhum projeto concreto para mobilidade no Grande ABC. Conforme o parlamentar, a região não está no raio de prioridades da gestão tucana. “Se depender do PSDB não haverá nenhum tipo de Metrô ou monotrilho no Grande ABC. Se bobear, a região de Campinas receberá o monotrilho antes do que a nossa região”, afirmou o petista. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Baldy ignora BYD e projeta início do BRT em 2020

Em audiência com deputados, secretário foi vago sobre prazos das obras ao Grande ABC

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

20/07/2020 | 22:00


Durante reunião com deputados integrantes da comissão de transportes da Assembleia Legislativa – que contou, inclusive, com parlamentares da bancada do Grande ABC –, o secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, ignorou questionamentos sobre a proposta da empresa chinesa BYD, que quer retomar o projeto original da Linha 18-Bronze do Metrô, que prevê ligar a região e a Capital por meio de monotrilho. Baldy declarou apenas que quer ainda neste ano ver início das obras do BRT (sigla em inglês para ônibus de alta velocidade), modal escolhido pelo Estado em subsituição ao monotrilho.

Na semana passada, em audiência, o secretário realizou balanço dos projetos de mobilidade do governo do Estado e respondeu a questionamentos de parlamentares que fazem parte da comissão de transportes e comunicações da Assembleia. Dos nomes da região participaram os três deputados com domicílio eleitoral em São Bernardo: Carla Morando (PSDB), Coronel Nishikawa (PSL) e Luiz Fernando Teixeira (PT).

Questionado sobre a empresa BYD, que pretende resgatar projeto original do monotrilho para a Linha 18, Baldy ignorou completamente e sequer revelou se chegou a analisar o projeto do grupo chinês. O secretário, porém, afirmou intenção de dar início à obra do BRT em 2020. “Que nós possamos iniciar mais rapidamente essa obra (do BRT). Nosso desejo é para iniciar ainda no ano de 2020, mesmo com todos esses desafios da pandemia (de Covid-19)”, disse Baldy. O secretário ainda explicou que a publicação do edital, programada para março deste ano, ficou prejudicada devido à crise sanitária do novo coronavírus. O titular da pasta não detalhou, entretanto, quando as regras de licitação serão oficializadas.

Para Luiz Fernando, autor dos questionamentos sobre a BYD e sobre o monotrilho, o governo do Estado não apresentou, pelo menos até agora, nenhum projeto concreto para mobilidade no Grande ABC. Conforme o parlamentar, a região não está no raio de prioridades da gestão tucana. “Se depender do PSDB não haverá nenhum tipo de Metrô ou monotrilho no Grande ABC. Se bobear, a região de Campinas receberá o monotrilho antes do que a nossa região”, afirmou o petista. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;