Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 30 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Estado autoriza clubes a testar jogadores

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Equipes podem realizar exames clínicos e físicos, mas treinos em campo só a partir do dia 1º


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

20/06/2020 | 00:01


A FPF (Federação Paulista de Futebol) enviou ontem aos clubes da Série A-1 documento no qual celebrou o fato de o governo do Estado ter permitido que a partir de segunda-feira os times possam iniciar alguns procedimentos em jogadores e demais funcionários para que os trabalhos sejam retomados dia 1º de julho. Protocolo reajustado foi enviado ao poder público para retomada gradual aos treinos.

“A FPF e os clubes receberam com grande satisfação o anúncio do governo do Estado de que os times poderão se preparar, entre 22 e 30 de junho, de maneira adequada, realizando testes clínicos, físicos e fisiológicos, de forma individualizada”, diz trecho do ofício da Federação. “Como previsto no protocolo, antes do início da readaptação, todos os profissionais deverão ser submetidos a testes de Covid-19. Todos os ambientes serão devidamente preparados e higienizados, com obrigatório uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), conforme determinado pelo centro de contingência do governo.”

Líder da competição, o Santo André não vai trazer os jogadores de volta imediatamente. Segundo o presidente Sidney Riquetto, o clube ainda estuda se vai reagrupar o elenco todo em um mesmo dia ou gradualmente até 30 de junho. O próprio Ramalhão arcará com os testes iniciais para seus atletas e funcionários, enquanto a FPF custeará a testagem pré-jogo. Sem revelar o local, o dirigente afirmou que existe “alternativa de local bem isolado” para que os andreenses voltem às atividades, já que não podem contar com o Jaçatuba nem com o Estádio Bruno Daniel.

O Água Santa, de Diadema, não respondeu aos questionamentos do Diário. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estado autoriza clubes a testar jogadores

Equipes podem realizar exames clínicos e físicos, mas treinos em campo só a partir do dia 1º

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

20/06/2020 | 00:01


A FPF (Federação Paulista de Futebol) enviou ontem aos clubes da Série A-1 documento no qual celebrou o fato de o governo do Estado ter permitido que a partir de segunda-feira os times possam iniciar alguns procedimentos em jogadores e demais funcionários para que os trabalhos sejam retomados dia 1º de julho. Protocolo reajustado foi enviado ao poder público para retomada gradual aos treinos.

“A FPF e os clubes receberam com grande satisfação o anúncio do governo do Estado de que os times poderão se preparar, entre 22 e 30 de junho, de maneira adequada, realizando testes clínicos, físicos e fisiológicos, de forma individualizada”, diz trecho do ofício da Federação. “Como previsto no protocolo, antes do início da readaptação, todos os profissionais deverão ser submetidos a testes de Covid-19. Todos os ambientes serão devidamente preparados e higienizados, com obrigatório uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), conforme determinado pelo centro de contingência do governo.”

Líder da competição, o Santo André não vai trazer os jogadores de volta imediatamente. Segundo o presidente Sidney Riquetto, o clube ainda estuda se vai reagrupar o elenco todo em um mesmo dia ou gradualmente até 30 de junho. O próprio Ramalhão arcará com os testes iniciais para seus atletas e funcionários, enquanto a FPF custeará a testagem pré-jogo. Sem revelar o local, o dirigente afirmou que existe “alternativa de local bem isolado” para que os andreenses voltem às atividades, já que não podem contar com o Jaçatuba nem com o Estádio Bruno Daniel.

O Água Santa, de Diadema, não respondeu aos questionamentos do Diário. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;