Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Acervo de Evandro Teixeira chega ao IMS

Evandro Teixeira/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Fotojornalista fez registros marcantes da história do País, principalmente à época da ditadura


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

25/02/2020 | 22:30


O Instituto Moreira Salles acaba de adquirir parte do acervo do fotojornalista Evandro Teixeira. São cerca de 150 mil fotografias e negativos, além de documentos, publicações, equipamentos fotográficos, entre outros itens. O conjunto será integrado à coleção de fotografia do instituto, que já conta com nomes como Thomaz Farkas e Otto Stupakoff.


Teixeira participou de momentos importantes da história do País, como a chegada do general Castello Branco ao forte de Copacabana, no dia 1º de abril de 1964. Para clicar as fotos, Teixeira precisou furar o bloqueio dos militares, realizando um flagrante histórico do início da ditadura.

Ainda nesse período, produziu a famosa foto da Passeata dos Cem Mil, em 1968. Também registrou a repressão às manifestações estudantis no Rio de Janeiro, em imagens que moldaram a memória dos anos de chumbo. No plano internacional, cobriu a queda do presidente Salvador Allende e o velório do poeta Pablo Neruda, ambos no Chile em 1973, entre outros destaques.


Nascido na Bahia, ele tem 85 anos. Em entrevista ao site do IMS, disse que a “fotografia é um conjunto de fatores: tem que ter um olho bom, experiência, conhecimento, técnica e, fundamentalmente, sorte”. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Acervo de Evandro Teixeira chega ao IMS

Fotojornalista fez registros marcantes da história do País, principalmente à época da ditadura

Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

25/02/2020 | 22:30


O Instituto Moreira Salles acaba de adquirir parte do acervo do fotojornalista Evandro Teixeira. São cerca de 150 mil fotografias e negativos, além de documentos, publicações, equipamentos fotográficos, entre outros itens. O conjunto será integrado à coleção de fotografia do instituto, que já conta com nomes como Thomaz Farkas e Otto Stupakoff.


Teixeira participou de momentos importantes da história do País, como a chegada do general Castello Branco ao forte de Copacabana, no dia 1º de abril de 1964. Para clicar as fotos, Teixeira precisou furar o bloqueio dos militares, realizando um flagrante histórico do início da ditadura.

Ainda nesse período, produziu a famosa foto da Passeata dos Cem Mil, em 1968. Também registrou a repressão às manifestações estudantis no Rio de Janeiro, em imagens que moldaram a memória dos anos de chumbo. No plano internacional, cobriu a queda do presidente Salvador Allende e o velório do poeta Pablo Neruda, ambos no Chile em 1973, entre outros destaques.


Nascido na Bahia, ele tem 85 anos. Em entrevista ao site do IMS, disse que a “fotografia é um conjunto de fatores: tem que ter um olho bom, experiência, conhecimento, técnica e, fundamentalmente, sorte”. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;