Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

GCM de Santo André receberá R$ 4,8 milhões em investimento

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Pacote de melhorias inclui uniformes, coletes, viaturas e novos profissionais


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

08/01/2020 | 07:00


A Prefeitura de Santo André promete investir R$ 4,8 milhões na GCM (Guarda Civil Municipal) da cidade neste ano. Além da contratação de 30 profissionais por meio de concurso público, a meta é entregar novos uniformes, coletes balísticos, munições e 26 viaturas até dezembro.

Secretário de Segurança do município, coronel José Roberto Crisóstomo observa que as vagas abertas via concurso público para a GCM (20 para homens e dez para mulheres) pretendem tanto repor o efetivo que se aposenta quanto cobrir os profissionais afastados ou em férias. As inscrições poderão ser feitas até 2 de março no site www.vunesp.com.br – a taxa de inscrição é de R$ 65. O salário será de R$ 2.692,46 por mês.

A secretaria realizou a compra de 780 kits de fardamento completos (inclui jaqueta, calça, camiseta, calçado e cinturão) para os guardas e trabalhadores da área administrativa da GCM, 700 coletes balísticos para os profissionais que atuam nas ruas e realiza processo licitatório para a aquisição de munição, que será usada no dia a dia e para treinamentos – investimento de R$ 1,8 milhão. A data de entrega dos itens não foi especificada.

Para a renovação da frota da corporação, está sendo preparado certame para a compra de 26 viaturas, incluindo SUVs e minivans, para o patrulhamento. A expectativa é gastar R$ 3 milhões.

Conforme coronel Crisóstomo, outro investimento municipal que vai ampliar a segurança é a instalação de 3.000 câmeras de monitoramento, inclusive nas escolas e UBS (Unidades Básicas de Saúde) até o fim do ano. A meta é multiplicar em dez vezes a capacidade de vigilância e monitoramento do município e, com isso, inibir a criminalidade. O investimento na compra e instalação dos equipamentos não foi informado.

Um dos objetivos do secretário é que as câmeras ajudem a acabar com os chamados ‘pancadões’, baladas informais em vias públicas com aglomeração de pessoas e veículos com som alto – prática proibida por legislações municipais e estadual na região. A cidade tem atuado no problema por meio da Operação Sono Tranquilo.

Entre 2017, quando foi criada, e 2018, o número de pontos caiu de 17 para quatro. Atualmente, três áreas recebem atenção especial da secretaria: Vila João Ramalho, Jardim do Estádio e Jardim Alzira Franco. “Temos monitorado esses pontos e, com a ajuda da população, que denuncia, chegado antes da montagem dos bailes e conseguido evitar sua realização. Para este ano, vamos intensificar as operações”, promete.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;