Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Paço eleva empréstimo com Caixa para turbinar asfalto

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Governo Paulo Serra busca assinar novo financiamento no valor de até R$ 20 milhões


Fábio Martins
do Diário do Grande ABC

09/12/2019 | 07:19


Às vésperas do início do último ano de mandato municipal, o governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), pediu autorização para expansão do valor de empréstimo junto à Caixa, por meio do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), com garantia da União, no montante de até R$ 20 milhões. A maior parte da quantia será destinada, de acordo com o tucano, para turbinar o programa denominado Rua Nova, que envolve basicamente pavimentação asfáltica na cidade e tem sido utilizado como uma das bandeiras da administração no período.

“Os recursos irão ter parcela significativa em asfalto”, sintetizou Paulo Serra, sem citar o percentual. No documento, avalizado pela Câmara, o texto trata que o financiamento tem por finalidade a reforma, modernização e construção de equipamentos públicos, aquisição de veículos, máquinas e equipamentos de diversos setores. “As áreas de saúde, administração, segurança e manutenção de serviços urbanos serão contempladas para melhor atender as necessidades dos munícipes”, diz trecho da matéria, encaminhada para apreciação na última segunda-feira – e votada no dia seguinte.

O plano de metas inicial do Paço é concretizar a pavimentação de 200 quilômetros de ruas nesta etapa do projeto, o que significa dizer dentro do atual mandato – até o fim do ano que vem. Em setembro, Paulo Serra já havia assinado contrato de empréstimo de R$ 60 milhões com a Caixa. Deste total, 45% do bolo está direcionado para asfaltamento, compreendendo R$ 27 milhões. Na ocasião, o tucano alegou que o restante do pacote tinha previsão de ser viabilizado com dinheiro próprio, incluindo do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e do fundo municipal de trânsito.

Na negociação anterior, a tramitação entre o crivo favorável da Câmara e o prosseguimento do acordo de liberação do banco se estendeu por dois meses. A gestão tucana estuda ainda a inclusão de indicações de vereadores ao programa, preliminarmente estabelecidas em R$ 300 mil por gabinete, o que impactaria em R$ 6,3 milhões. Segundo o Paço, cerca de 50 quilômetros já foram efetivamente pavimentados na esteira do Rua Nova, a exemplo de boa cota da extensão da Avenida Prestes Maia, e tem outros 20 em curso. Há estimativa de asfaltar mais 100 em 2021.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paço eleva empréstimo com Caixa para turbinar asfalto

Governo Paulo Serra busca assinar novo financiamento no valor de até R$ 20 milhões

Fábio Martins
do Diário do Grande ABC

09/12/2019 | 07:19


Às vésperas do início do último ano de mandato municipal, o governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), pediu autorização para expansão do valor de empréstimo junto à Caixa, por meio do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), com garantia da União, no montante de até R$ 20 milhões. A maior parte da quantia será destinada, de acordo com o tucano, para turbinar o programa denominado Rua Nova, que envolve basicamente pavimentação asfáltica na cidade e tem sido utilizado como uma das bandeiras da administração no período.

“Os recursos irão ter parcela significativa em asfalto”, sintetizou Paulo Serra, sem citar o percentual. No documento, avalizado pela Câmara, o texto trata que o financiamento tem por finalidade a reforma, modernização e construção de equipamentos públicos, aquisição de veículos, máquinas e equipamentos de diversos setores. “As áreas de saúde, administração, segurança e manutenção de serviços urbanos serão contempladas para melhor atender as necessidades dos munícipes”, diz trecho da matéria, encaminhada para apreciação na última segunda-feira – e votada no dia seguinte.

O plano de metas inicial do Paço é concretizar a pavimentação de 200 quilômetros de ruas nesta etapa do projeto, o que significa dizer dentro do atual mandato – até o fim do ano que vem. Em setembro, Paulo Serra já havia assinado contrato de empréstimo de R$ 60 milhões com a Caixa. Deste total, 45% do bolo está direcionado para asfaltamento, compreendendo R$ 27 milhões. Na ocasião, o tucano alegou que o restante do pacote tinha previsão de ser viabilizado com dinheiro próprio, incluindo do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e do fundo municipal de trânsito.

Na negociação anterior, a tramitação entre o crivo favorável da Câmara e o prosseguimento do acordo de liberação do banco se estendeu por dois meses. A gestão tucana estuda ainda a inclusão de indicações de vereadores ao programa, preliminarmente estabelecidas em R$ 300 mil por gabinete, o que impactaria em R$ 6,3 milhões. Segundo o Paço, cerca de 50 quilômetros já foram efetivamente pavimentados na esteira do Rua Nova, a exemplo de boa cota da extensão da Avenida Prestes Maia, e tem outros 20 em curso. Há estimativa de asfaltar mais 100 em 2021.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;