Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Valores do IPVA 2019 já estão disponíveis; multas serão parceladas

Na Capital paulista, quantias devidas por penalidade poderão ser divididas em até 12 vezes no cartão


Da Redação

21/12/2018 | 07:24


Os proprietários de veículos registrados no Estado de São Paulo já podem conferir o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2019. A consulta pode ser realizada nos terminais de autoatendimento dos bancos, pela internet ou nas agências, bastando o número do Renavam do veículo.

Também é possível verificar pelo portal da Secretaria da Fazenda (portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/ipva/), mediante o número do Renavam e placa do veículo. O proprietário tem até a data de vencimento da placa para quitar o imposto em cota única, com desconto de 3%, ou pagar a primeira parcela do tributo. Quem quiser pagar neste mês, já está liberado.

A partir de janeiro, o contribuinte também pode optar pelo licenciamento antecipado e realizar o pagamento independentemente do número final da placa do veículo.

Quem deixar de recolher o imposto fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa básica de juros, a Selic. Passados 60 dias, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto.

PARCELAMENTO NO CARTÃO - As multas de trânsito aplicadas na cidade de São Paulo poderão ser parceladas em até 12 vezes no cartão de crédito. A medida foi anunciada ontem pelo prefeito Bruno Covas (PSDB).

A mudança era prevista em resolução publicada em julho pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que liberou os órgãos de trânsito dos Estados e municípios a receberem pagamento de multas de trânsito e impostos relacionados aos veículos por meio de cartão de crédito. Assim, as multas poderão ser parceladas.

No entanto, só poderá aderir à opção quem tiver veículo com placa do Estado de São Paulo. O parcelamento deve acelerar a arrecadação. Segundo a Secretaria Municipal dos Transportes, atualmente existem 9,8 milhões de multas de trânsito em aberto, e os proprietários de veículos devem ao município cerca der R$ 4,9 bilhões. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;