Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tranqüilidade volta a reinar no Corinthians após derrota do Inter


Raphael Ramos
Do Diário do Grande ABC

05/11/2005 | 08:45


Nem os gaúchos imaginavam que a derrota do Internacional para o Paraná na quinta-feira seria tão benéfica para o Corinthians. O Timão não só manteve os seis pontos de vantagem para o segundo colocado, como a pressão diminuiu no Parque São Jorge.

Depois do volante Fabrício ter ofendido o presidente do clube, Alberto Dualib, e comissão técnica, direção da parceira MSI e elenco serem mobilizados para acabar com o princípio de crise, a ordem no Corinthians é focar exclusivamente o tetracampeonato nacional e minimizar assuntos que extrapolam o gramado – como provocações dos rivais.

"Foi bom que eles (Internacional) perderam, porque continuamos com seis pontos de vantagem e, lógico, mais uma derrota do Inter melhora o astral do grupo", disse o técnico Antônio Lopes, que também conteve a empolgação do elenco. "Mas a gente não tem nada a ver com os outros", decretou. "Nossa preocupação é ganhar os jogos que teremos pela frente", anuncia.

No elenco, a ordem do treinador foi bem recebida – e decorada. "Temos de manter a cabeça no lugar, nos preocupar só com nosso time e não ligar para o que os outros falam", repetiu Rosinei, que volta à equipe diante do Santos, depois de cumprir suspensão contra o Cruzeiro.

E para manter o foco exclusivamente nos próximos jogos da equipe, os jogadores receberão um incentivo extra. A premiação pelo título ainda não foi definida, mas até a última rodada do campeonato o valor pago por cada vitória irá aumentar. Os números não foram confirmados, mas os R$ 3 mil atuais podem subir para até R$ 6 mil.

Para o clássico de domingo contra o Santos, o treinador terá problemas para escalar a equipe. Na zaga, não contará com Betão. No meio, Fabrício. E na lateral, Gustavo Nery. Todos cumprem suspensão pelo acúmulo de três cartões amarelos. No treinamento de sexta-feira, Lopes também não contou com Fábio Costa – dispensado para resolver problemas particulares –, além de Tevez e Carlos Alberto, poupados.

O treinador não quis adiantar a escalação, mas a tendência é que Hugo atue improvisado na lateral-esquerda, mesma situação de Wendel, que será recuado para a zaga. Assim, Bruno Octávio e Carlos Alberto começam como titulares no meio-campo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;