Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com um pé na segunda fase, Azulão recebe o Barbarense

Marina Brandão/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Caetano quer presentear torcedor com classificação e boa atuação no duelo das 16h


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

26/03/2016 | 07:00


Praticamente classificado para a próxima fase da Série A-2, o São Caetano quer fazer bonito diante de sua torcida no duelo das 16h contra o União Barbarense e carimbar o passaporte para a etapa mata-mata do Estadual. Para atingir o objetivo, basta empatar, mas o Azulão não se contenta com um ponto.

“Esperamos conseguir a vitória dentro de casa para selar a classificação matematicamente. O (técnico Luís Carlos) Martins passa para a gente manter o foco”, afirmou o goleiro Renan Rocha, que comemorou 29 anos ontem. Apesar disso, ele quer presentear, e não receber.

“Espero que a gente dê o presente para o torcedor com a vitória e a classificação”, disse o arqueiro azulino.

Sobre o adversário, o Rei do Acesso alertou para a marcação cerrada e a paciência para esperar o erro do adversário. “É um time que marca bem no meio para sair no contra-ataque e espera o erro do adversário. Temos de trabalhar bem a bola, como foi no segundo tempo contra a Portuguesa, e procurar os flancos. Quando o adversário se fecha muito, tem de buscar a individualidade. O Barbarense tem 24 pontos não por acaso”, afirmou o treinador.

Martins não adiantou o time nem realizou treino de posicionamento. Apesar de poder poupar alguns titulares, é improvável que isso aconteça nesta rodada, e, assim, as principais dúvidas são a manutenção do volante Gercimar e o retorno do meia Daniel Costa à equipe.

União Barbarense busca reabilitação para se manter entre os oito

A situação do União Barbarense é bem diferente daquela do São Caetano. No nono lugar com 24 pontos, a equipe de Santa Bárbara d’Oeste não vence há duas partidas e precisa triunfar para se manter entre os oito classificados para as quartas de final.

O técnico Cléber Gaúcho, que já foi comandado por Luís Carlos Martins, pode escalar três zagueiros, mas a tendência é que venha com linha de quatro na defesa. Outros problemas são os vetos pelo departamento médico do meia Medina e do atacante Allisson Ricardo e a dispensa do meia Felipe Chagas, por indisciplina. Vitor e Samudio brigam por vaga no meio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;