Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cravinhos poderão se encontrar com advogado em Fórum


Do Diário OnLine

22/06/2006 | 16:42


O 1º Tribunal de Júri de São Paulo autorizou nesta quarta-feira o advogado dos irmãos Christian e Daniel Cravinhos , acusados de matar Manfred e Marísia von Richthofen em outubro de 2002, a conversar com seus clientes no Fórum da Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo, caso não seja possível encontrá-los reservadamente no cadeião de Pinheiros.

Geraldo Jabur enviou, nesta semana, um pedido à diretoria do presídio para ter o direito de conversar com os acusados em uma sala reservada da unidade, em vez de utilizar o local destinado a encontros entre presos e advogados. Nesse espaço, chamado parlatório, defesa e acusação ficam separados por vidros e conversam via interfone.

De acordo com o juiz Alberto Anderson Filho, que concedeu o benefício aos irmãos Cravinhos, a medida foi tomada com o intuito de evitar uma nova ausência da defesa no próximo júri, marcado para o dia 17 de julho. Jabur não compareceu ao último julgamento dos irmãos, alegando que as conversas no parlatório são impessoais e impedem o preparo do cliente.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cravinhos poderão se encontrar com advogado em Fórum

Do Diário OnLine

22/06/2006 | 16:42


O 1º Tribunal de Júri de São Paulo autorizou nesta quarta-feira o advogado dos irmãos Christian e Daniel Cravinhos , acusados de matar Manfred e Marísia von Richthofen em outubro de 2002, a conversar com seus clientes no Fórum da Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo, caso não seja possível encontrá-los reservadamente no cadeião de Pinheiros.

Geraldo Jabur enviou, nesta semana, um pedido à diretoria do presídio para ter o direito de conversar com os acusados em uma sala reservada da unidade, em vez de utilizar o local destinado a encontros entre presos e advogados. Nesse espaço, chamado parlatório, defesa e acusação ficam separados por vidros e conversam via interfone.

De acordo com o juiz Alberto Anderson Filho, que concedeu o benefício aos irmãos Cravinhos, a medida foi tomada com o intuito de evitar uma nova ausência da defesa no próximo júri, marcado para o dia 17 de julho. Jabur não compareceu ao último julgamento dos irmãos, alegando que as conversas no parlatório são impessoais e impedem o preparo do cliente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;