Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

David Uip fará auditoria nos contratos da FUABC

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Presidente da entidade trará empresa externa para pente-fino: ‘É questão de boa gestão’


Raphael Rocha
Daniel Macário

06/06/2018 | 07:00


Novo presidente da FUABC (Fundação do ABC), David Uip avisou que vai contratar empresa especializada para fazer auditoria em contratos e convênios da entidade. Ele disse que recebeu aprovação dos prefeitos de cidades mantenedoras – Santo André, São Bernardo e São Caetano – para levar adiante o pente-fino nas contas da Fundação.

“Estou conversando com grandes escritórios de advocacia que irão me assessorar neste processo. O objetivo é trazer gente de fora, sem nenhuma crítica a quem está a trabalho na Fundação, para adicionar nova visão no ponto de vista de contabilidade e de advocacia. Auditar tudo é trazer transparência ao processo executado pela entidade. É questão de boa gestão, modernização, economia, inclusive, do melhor uso do dinheiro público”, justificou Uip. “A auditoria servirá como mecanismo para diagnóstico de eventuais desvios. Não sei se ocorreram, mas com a auditoria vamos saber.”

Uip esteve ontem na assembleia mensal do Consórcio Intermunicipal para se apresentar como novo gestor da FUABC. Na saída, também comentou sobre a situação de Mauá – no sábado, o Diário revelou com exclusividade que a Fundação comunicou a Prefeitura mauaense sobre o rompimento do contrato de gestão.

“Denunciamos o convênio com a Prefeitura de Mauá. Existe dívida muito grande do município (Mauá) com a Fundação e isto tem repercussões negativas. Não é possível continuar desta forma”, comentou Uip, projetando passivo de R$ 128 milhões que Mauá tem com a FUABC. “Hoje o que nós recebemos é menos do que está no contrato, então essa dívida só aumenta. Isso tem que ter um basta. Temos que cessar o sangramento”, adicionou, lembrando que o último contato com a Prefeitura aconteceu ainda quando Ricardo Burdelis era secretário de Saúde da cidade.

Uip relatou que buscará agenda com o procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, para detalhar o impasse com Mauá – e também com Praia Grande, onde a situação está crítica. “Falei isso para os prefeitos e eles entendem que isso é uma boa medida.”

Secretário de Governo de Mauá, Antônio Carlos de Lima (PRTB) reclamou da postura da FUABC. “As planilhas não comprovam os valores lançados. Não quero dizer que não fizeram o serviço, mas são duros na hora de bater. A Prefeitura tomou ciência, estamos nos preparando para saber o caminho que vamos tomar. Um chamamento novo não levaria menos do que 60 ou 90 dias. Estamos levantando números.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;