Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Juiz decreta bloqueio dos bens de prefeito de Caucaia


Do Diário do Grande ABC

13/05/2000 | 13:55


O juiz federal da 11ª Vara de Fortaleza, Janilson Bezerra de Siqueira, decretou sexta-feira a indisponibilidade dos bens do prefeito de Caucaia (CE), José Gerardo Arruda (PSDB), da ex-secretária de Educaçao da cidade Yara Guerra e do empresário Fábio Taturce, diretor da Uniao Cearense das Associaçoes de Ensino Superior (Unice).

A decisao foi tomada em atendimento a uma açao civil pública interposta pelo procurador Oscar da Costa Filho, fundamentada na Lei da Improbidade Administrativa. O juiz ordenou o envio de ofício aos cartórios de imóveis de Fortaleza e Caucaia, e ao Banco Central (BC), pedindo o bloqueio dos valores depositados em contas dos três acusados. Foram solicitadas também à Receita Federal cópias das declaraçoes de bens e rendas dos três indiciados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Juiz decreta bloqueio dos bens de prefeito de Caucaia

Do Diário do Grande ABC

13/05/2000 | 13:55


O juiz federal da 11ª Vara de Fortaleza, Janilson Bezerra de Siqueira, decretou sexta-feira a indisponibilidade dos bens do prefeito de Caucaia (CE), José Gerardo Arruda (PSDB), da ex-secretária de Educaçao da cidade Yara Guerra e do empresário Fábio Taturce, diretor da Uniao Cearense das Associaçoes de Ensino Superior (Unice).

A decisao foi tomada em atendimento a uma açao civil pública interposta pelo procurador Oscar da Costa Filho, fundamentada na Lei da Improbidade Administrativa. O juiz ordenou o envio de ofício aos cartórios de imóveis de Fortaleza e Caucaia, e ao Banco Central (BC), pedindo o bloqueio dos valores depositados em contas dos três acusados. Foram solicitadas também à Receita Federal cópias das declaraçoes de bens e rendas dos três indiciados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;