Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Trio da região lidera Paulista de Travessias Aquáticas

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Atletas fazem parte do Projeto Esporte Braskem, gratuito a jovens


Rodrigo Mozelli
Especial para o Diário

29/07/2015 | 07:00


A maratona aquática é um esporte olímpico que há cerca de dez anos ganhou destaque no Brasil. Com disputas de longas distâncias em represas e mares e o sucesso de atletas como Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha começou a inspirar mais e mais jovens a adentrar este mundo. Assim foi com Mariana Peres, 14 anos, Guilherme Taniatti, 15, e Larissa Moreira, 16. O trio faz parte do grupo de cerca de 360 crianças e adolescentes de 8 a 17 anos de idade que participam do Projeto Esporte Braskem, administrado pela produtora de resinas termoplásticas e que os levou ao Circuito Paulista de Travessias Aquáticas, do qual são líderes nas respectivas categorias: 14/15 anos, 15/16 anos e 16/17 anos.

Há quatro anos treinando na Aceb (Associação Cultural e Esportiva Braskem – Avenida Presidente Costa e Silva, 1178), em Santo André, Mariana comenta sobre como é ser líder do Circuito. “É bom, porque é o que queríamos quando aprendemos a nadar. Queríamos o primeiro lugar e chegar lá significa o motivo pelo qual treinamos.” Já Larissa entrou para o esporte por problemas de saúde. “Precisei começar a fazer natação por ter rinite e sinusite. Acabei pegando amor e, então, continuei.”

Apesar de não poderem disputar competições oficiais, alguns pais também fazem natação na Aceb como forma de acompanhar e incentivar os filhos no esporte. Um destes casos é o de Milena Peres, 37, que sonha em ver o filho Caique no lugar mais alto do pódio. “O coloquei na natação desde pequeno. Hoje ele já faz treinamento especial em Santo André, e o levamos nas competições desde cedo. Já faz parte da vida dele o fato de que não só a mãe, mas também o pai, as primas etc. nadam. Espero que isto siga de forma natural para ele.”

OLIMPÍADA

Sendo esporte olímpico, a vontade de disputar tal competição existe no seio deste time. Assim conta Guilherme. “Acho que é sonho de todos os atletas disputar uma Olimpíada. Só que, para mim, não em 2016, é muito cedo”, brinca. Mas, para que isto possa se tornar realidade, há trabalho árduo por trás. Os professores Flávia Molla, 35, e Júlio Mauro Segura, 35, frisam que há muito treinamento com os atletas mirins. “Fazemos trabalhos de acordo com o tipo de competição prestes a ser disputada em intervalo de uma hora e meia”, afirma Segura, complementado por Flávia: “Eles são bem focados e sabem que, se vierem treinar, terão melhor resultado no dia da prova.”

ÍDOLOS

Assim como vemos no futebol, em outros esportes a inspiração em nomes da modalidade é comum. No caso dos jovens participantes do Esporte Braskem, duas são unanimidades: Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha. “A Poliana, em particular, luta bastante. É só ela e o marido, ou seja, em família, que é o que busco aqui”, diz Adriana Peres, 41, uma das mães de alunos do programa.

PROJETO

Feito em parceria com o Sesi de Mauá, o Projeto Esporte Braskem oferece aulas gratuitas de natação para jovens da região. Para concorrer a uma das vagas é necessário estar matriculado na rede pública de ensino de Santo André ou Mauá, e ter entre 8 e 17 anos. No início do ano são disponibilizados formulários de inscrição na Aceb.

Na parceria entre Braskem e Sesi, cabe ao Serviço, por meio do programa Atleta do Futuro, apoiar a metodologia das aulas, além da capacitação dos profissionais, avaliações e plano de aulas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;