Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos administra vantagem pelo título


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

02/05/2010 | 07:30


Confirmar o favoritismo e sair do Pacaembu com a taça de campeão paulista pela 18ª vez na história. Esse é o objetivo do Santos, hoje, contra o Santo André, no segundo confronto da final do Estadual. Com o 3 a 2 conquistado na primeira partida e carregando a vantagem de já poder jogar por dois empates, o Peixe vai a campo podendo perder por até um gol de diferença que dá a volta olímpica após o encerramento do duelo. Vale destacar que na temporada, a equipe ainda não perdeu por dois gols, o que deixa as expectativas de jogadores, comissão técnica, diretoria e torcida, ainda mais crentes no título.

"A vantagem existe, mas nosso time está preparado para um jogo difícil. Não podemos contar com isso, até porque time que joga para empatar acaba perdendo", comentou o atacante Robinho. "Estou próximo de uma conquista inédita, já que eu nunca fui campeão paulista. Vai ser difícil, mas nós acreditamos que podemos dar esta alegria para nossa torcida", emendou.

Para coroar a conquista, o Santos pode chegar aos 100 gols na temporada. Para isso, basta marcar mais dois, já que com os dois anotados na derrota para o Atlético-MG, quarta-feira, pela Copa do Brasil, chegou aos 98.

O técnico Dorival Júnior tem apenas a ausência do suspenso Wesley, autor de dois gols no primeiro jogo. Dessa forma, muda ligeiramente o esquema santista, com a entrada de mais um volante (Rodrigo Mancha, ao lado de Arouca), contrariando as expectativas de que fosse entrar em campo com três atacantes (André, Robinho e Neymar).

"Essa forma eu desconsiderei pela postura ofensiva que o Santo André tem, que necessita de um cuidado maior", disse o treinador, que pediu para André ficar preparado para, caso entre, repetir a atuação do primeiro jogo, quando deu início à reação santista ao empatar o duelo. "Eu espero que o time se saia bem, mas que o André esteja a postos para entrar e ser decisivo, como foi no primeiro jogo", concluiu Dorival.

A última atração pode ser a despedida de Giovanni dos gramados. Relacionado, deve começar no banco e pode entrar no segundo tempo pela última vez. (Com Agências)

Neymar joga e vai a campo sem os óculos
Se havia alguma dúvida sobre a presença de Neymar no jogo de hoje, contra o Santo André, o técnico Dorival Júnior tratou de pôr fim. "Ele joga e ponto. Não gosto desse negócio de fazer mistério", disse o treinador santista. Assim, o atacante fará dupla de ataque com Robinho, mas deverá estar em campo sem os óculos de proteção.

Com uma lesão no olho direito sofrida no primeiro jogo da final, quando após disputa de bola com Toninho dentro da área, caiu e acertou o olho com o próprio dedo, Neymar teve de ir ao hospital e ficou fora da partida do Peixe pela Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Atlético-MG (derrota por 3 a 2). Inicialmente os médicos indicaram que o jogador teria de utilizar óculos especiais para estar em campo sem correr riscos. No entanto, não será preciso.

"Ele não vai precisar usar os óculos. O sangramento (na íris) foi absorvido e não há necessidade de usar a proteção nos olhos. O Neymar está se sentindo bem, sem dores e a pressão ocular está perfeita", disse Rodrigo Zogaib, médico santista que acompanhou Neymar nos exames.

O jogo é de grande importância para Neymar. Se a vantagem santista prevalecer ele vai conquistar, com 18 anos, o primeiro título como profissional, depois de duas atuações apagadas na decisão do ano passado contra o Corinthians. (Com Agências)

Dorival Júnior e Sérgio Soares trocam elogios
A amizade vem desde os tempos de jogadores. Dorival Júnior, técnico do Santos, e Sérgio Soares, do Santo André, cultivam até hoje a relação conquistada há anos, e estarão frente a frente na grande final do Paulistão. Tidos como dois dos principais nomes da nova geração de técnicos, ambos trocaram elogios.

"Sou suspeito para falar sobre o Sérgio. O conheci como atleta e joguei muitas vezes contra. Agora tem feito um trabalho consistente como treinador e tem tudo para se manter bem. Tem boa leitura do jogo, é equilibrado, com boa postura e tem espírito de liderança, que carrega desde os tempos de jogador. Merece meu carinho e respeito", disse Dorival Júnior à Rádio Bandeirantes.

A resposta do andreense veio à altura. "Acompanho a evolução dele a cada ano e vem se confirmando como um dos melhores do País. Tem comando e isso faz dele um grande treinador. O admiro, o tenho como amigo pessoal e tenho certeza que vai conquistar muito mais na carreira", afirmou Sérgio. (Com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santos administra vantagem pelo título

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

02/05/2010 | 07:30


Confirmar o favoritismo e sair do Pacaembu com a taça de campeão paulista pela 18ª vez na história. Esse é o objetivo do Santos, hoje, contra o Santo André, no segundo confronto da final do Estadual. Com o 3 a 2 conquistado na primeira partida e carregando a vantagem de já poder jogar por dois empates, o Peixe vai a campo podendo perder por até um gol de diferença que dá a volta olímpica após o encerramento do duelo. Vale destacar que na temporada, a equipe ainda não perdeu por dois gols, o que deixa as expectativas de jogadores, comissão técnica, diretoria e torcida, ainda mais crentes no título.

"A vantagem existe, mas nosso time está preparado para um jogo difícil. Não podemos contar com isso, até porque time que joga para empatar acaba perdendo", comentou o atacante Robinho. "Estou próximo de uma conquista inédita, já que eu nunca fui campeão paulista. Vai ser difícil, mas nós acreditamos que podemos dar esta alegria para nossa torcida", emendou.

Para coroar a conquista, o Santos pode chegar aos 100 gols na temporada. Para isso, basta marcar mais dois, já que com os dois anotados na derrota para o Atlético-MG, quarta-feira, pela Copa do Brasil, chegou aos 98.

O técnico Dorival Júnior tem apenas a ausência do suspenso Wesley, autor de dois gols no primeiro jogo. Dessa forma, muda ligeiramente o esquema santista, com a entrada de mais um volante (Rodrigo Mancha, ao lado de Arouca), contrariando as expectativas de que fosse entrar em campo com três atacantes (André, Robinho e Neymar).

"Essa forma eu desconsiderei pela postura ofensiva que o Santo André tem, que necessita de um cuidado maior", disse o treinador, que pediu para André ficar preparado para, caso entre, repetir a atuação do primeiro jogo, quando deu início à reação santista ao empatar o duelo. "Eu espero que o time se saia bem, mas que o André esteja a postos para entrar e ser decisivo, como foi no primeiro jogo", concluiu Dorival.

A última atração pode ser a despedida de Giovanni dos gramados. Relacionado, deve começar no banco e pode entrar no segundo tempo pela última vez. (Com Agências)

Neymar joga e vai a campo sem os óculos
Se havia alguma dúvida sobre a presença de Neymar no jogo de hoje, contra o Santo André, o técnico Dorival Júnior tratou de pôr fim. "Ele joga e ponto. Não gosto desse negócio de fazer mistério", disse o treinador santista. Assim, o atacante fará dupla de ataque com Robinho, mas deverá estar em campo sem os óculos de proteção.

Com uma lesão no olho direito sofrida no primeiro jogo da final, quando após disputa de bola com Toninho dentro da área, caiu e acertou o olho com o próprio dedo, Neymar teve de ir ao hospital e ficou fora da partida do Peixe pela Copa do Brasil, quarta-feira, contra o Atlético-MG (derrota por 3 a 2). Inicialmente os médicos indicaram que o jogador teria de utilizar óculos especiais para estar em campo sem correr riscos. No entanto, não será preciso.

"Ele não vai precisar usar os óculos. O sangramento (na íris) foi absorvido e não há necessidade de usar a proteção nos olhos. O Neymar está se sentindo bem, sem dores e a pressão ocular está perfeita", disse Rodrigo Zogaib, médico santista que acompanhou Neymar nos exames.

O jogo é de grande importância para Neymar. Se a vantagem santista prevalecer ele vai conquistar, com 18 anos, o primeiro título como profissional, depois de duas atuações apagadas na decisão do ano passado contra o Corinthians. (Com Agências)

Dorival Júnior e Sérgio Soares trocam elogios
A amizade vem desde os tempos de jogadores. Dorival Júnior, técnico do Santos, e Sérgio Soares, do Santo André, cultivam até hoje a relação conquistada há anos, e estarão frente a frente na grande final do Paulistão. Tidos como dois dos principais nomes da nova geração de técnicos, ambos trocaram elogios.

"Sou suspeito para falar sobre o Sérgio. O conheci como atleta e joguei muitas vezes contra. Agora tem feito um trabalho consistente como treinador e tem tudo para se manter bem. Tem boa leitura do jogo, é equilibrado, com boa postura e tem espírito de liderança, que carrega desde os tempos de jogador. Merece meu carinho e respeito", disse Dorival Júnior à Rádio Bandeirantes.

A resposta do andreense veio à altura. "Acompanho a evolução dele a cada ano e vem se confirmando como um dos melhores do País. Tem comando e isso faz dele um grande treinador. O admiro, o tenho como amigo pessoal e tenho certeza que vai conquistar muito mais na carreira", afirmou Sérgio. (Com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;