Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Inter acusa Grêmio de confisco de renda


Do Diário do Grande ABC

21/11/1999 | 17:03


O presidente do Internacional, Paulo Rogério Amoretty, acusou a direçao do Grêmio de confiscar a parte da renda destinada ao seu clube no Grenal de sábado. O presidente do Grêmio, José Guerreiro, e seu vice-presidente de Finanças, Martinho Faria, negaram a acusaçao e alegaram que só haverá um dia útil, segunda-feira, até o segundo Grenal, na terça-feira, pela seletiva da Libertadores, e assim será feito um acerto de contas e compensaçao dos valores dos dois jogos com a divisao entre os dois clubes, depois da segunda partida.

Por trás dessa aparente represália tricolor está uma briga pública, em entrevistas de parte a parte a emissoras de rádio, desde que, logo após o jogo, que terminou empatado, Amoretty anunciou que iria baixar os preços no Estádio Beira-Rio.

José Guerreiro contestou, alegando existir um acordo verbal antecipado entre os dois presidentes, no estabelecimento dos preços dos dois grenais, com divisao das duas rendas. Amoretty alega que, no acordo, havia uma ressalva: se o público fosse muito pequeno no Estádio Olímpico (apenas 18 mil pagantes e arrecadaçao de R$ 150 mil) os preços seriam revisados.

No bate-boca entre os dois dirigentes, Guerreiro disse que havia cinco pessoas como testemunhas quando acertou com Amoretty o valor antecipado dos dois grenais, sem possibilidade de revisao. Amoretty, por sua vez, disse que a ressalva de revisao dos preços foi acertada num telefonema entre ambos.

Amoretty queixou-se do confisco da renda: ``sempre se paga no dia e depois se compensa, se for o caso''. O vice-presidente de Finanças do Grêmio, Martinho Farias, contestou: ``há apenas um dia útil entre os dois grenais. Assim será feita a compensaçao dos valores após o segundo jogo''.

Na prática, o Internacional vai mesmo baixar os preços para o jogo de terça-feira, inicialmente previstos, nos valores mais baratos, de R$ 3 para a geral e R$ 5 para a arquibancada, conforme garantiu Amoretty. O mais provável é que o valor da geral baixe de R$ 3 para R$ 2.

No Beira-Rio, onde sempre a torcida colorada é maior, deverá ser ainda mais intenso o afluxo de torcedores do Internacional com o rebaixamento de preços, o que interessa a Amoretty e nao a Guerreiro. Ainda mais que no campo a vantagem também é colorada: com o empate de sábado em um gol, basta o Internacional empatar de novo que estará classificado para a próxima etapa da seletiva a Libertadores.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;