Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Diadema: Filippi põe fé no apoio do Planalto


Evelize Pacheco
Do Diário do Grande ABC

21/10/2004 | 09:25


Longe dos palanques em Diadema, o presidente Lula foi citado várias vezes nesta quarta pelo candidato à reeleição, José de Filippi Júnior, durante suas andanças na região do Jardim Canhema em busca de votos. O repertório declamado em cima do caminhão de som variou entre as obras do Quarteirão da Saúde (complexo hospitalar que conta com investimento federal) e a geração de empregos na cidade, propiciados pelo "empenho" do governo federal. "Com apoio do presidente Lula, teremos ainda mais recursos para habitação, saúde e educação", discursou Filippi.

A atividade eleitoral do petista foi realizada poucas horas depois do ato político do tucano José Augusto da Silva Ramos com o governador Geraldo Alckmin, na região central da cidade. Mas a proximidade não alterou o ânimo do candidato petista, que considerou a presença do governador como parte do jogo democrático. "Ele tem o apoio do Alckmin e eu tenho o apoio do presidente Lula", resumiu Filippi.

Com o vínculo sobre obras e investimentos federais, Filippi pretende delimitar dentro de Diadema a polarização entre PT e PSDB, representado na disputa local por José Augusto. "Fernando Henrique aumentou apenas 8% dos investimentos para a saúde em oito anos, enquanto Lula já aumentou 60% em apenas dois anos", comparou o petista. "Desemprego é o resultado da política do 45", disparou em outro momento, numa referência ao número eleitoral dos tucanos.

As comparações serviram também como resposta às acusações feitas pelo candidato tucano de que UBSs (Unidades Básicas de Saúde) seriam substituídas pelo Quarteirão da Saúde. "As UBSs não serão fechadas, o Quarteirão da Saúde abrigará especialidades, e o centro de saúde bucal que será inaugurado amanhã (quinta) é uma amostra do que será feito, com recursos do governo federal."

Para reforçar ainda mais os laços entre a candidatura e o Planalto, Filippi contará com sucessivas visitas de ministros, que trocarão por alguns momentos os cargos pela função de militantes. A romaria ministerial começa nesta quinta com a provável aparição de Humberto Costa numa atividade de campanha, após cumprir a agenda oficial da inauguração. Mais dois ministros virão no fim de semana para pedir votos ao lado de Filippi, o da Casa Civil, José Dirceu (sábado) e o do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias (domingo). "Todos os nossos ministros têm participado de campanha fora do horário de trabalho", comentou Filippi.

Núcleos - Sob chuva e frio, Filippi percorreu dezenas de ruas nos núcleos habitacionais Jardim Santa Rita, Vila Alice, Vila Cláudia e Vila Oriental. O petista dividiu o carro de som com o ex-prefeito Gilson Menezes (PL), derrotado no primeiro turno, e três vereadores reeleitos - os pemedebistas Milton Capel e Cida Ferreira, além do petista José Antonio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;