Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Papa João Paulo II comemora 81 anos sexta-feira


Das Agências

16/05/2001 | 09:56


Apaixonado por sua missão e decidido a prosseguir com ela, João Paulo II celebrará na próxima sexta-feira, em particular e sem comemorações, seu 81º aniversário.

"João Paulo II está tão apaixonado por sua missão que esquece do cansaço físico", explicou esta terça-feira o porta-voz da Santa Sé, Joaquín Navarro Valls, a um grupo de jornalistas ucranianos que foram ao Vaticano antes da visita pastoral do Sumo Pontífice a seu país, prevista para junho próximo.

"Tentei muitas vezes, sem êxito, como outros colaboradores, pedir que descansasse. No ano passado, durante suas curtas férias nas montanhas, recordei a ele que os convênios coletivos garantem a todos os trabalhadores italianos 30 dias de férias", contou Navarro Valls. "Depois de refletir alguns instantes, respondeu: mas não sou italiano, sou cidadão do Vaticano", protestou.

"O Papa", enfatizou o porta-voz, "trabalha sábado e domingo geralmente visitando as paróquias de Roma. Ele tem um ritmo de trabalho impressionante". "A participação de seu médico pessoal, o dr. Renato Buzzonetti, nas viagens do Papa às vezes o alvo de brincadeiras. Ele é o único membro da delegação papal que não faz nad. Só precisou intervir uma vez para curar um ferimento na fronte obtido durante sua última à Polônia", relatou o porta-voz.

"É verdade que o Papa (que sofre o Mal de Parkinson e anda com dificuldade e ajuda de um apoio) é idoso e enfrenta problemas de saúde. Mas 85% de sua atividade é pública e difundida pelas televisões. Todo o mundo pode ver seus limites físicos, que ninguém esconde", continuou.

Navarro assinalou que João Paulo II tem pela frente um programa bem carregado, pois convocou um consistório extraordinário de todos os cardeais do sagrado colégio, de 21 a 24 de maio, em seguida viajará à Ucrânia, de 23 a 27 junho, e, depois de rápidas férias na montanha, em julho, preparará uma visita à Armênia na segunda metade de setembro e estudará o informe sobre o papel dos bispos, que será analisado em um sínodo. Este sínodo, em cujos trabalhos o Papa participa, começará no final de setembro e durará até o final de outubro.

Navarro indicou que existem viagens em preparação para o próximo ano: Toronto, no Canadá, no mês de julho, por ocasião das Jornadas Mundiais da Juventude; e para um país da Oceania, onde serão feitas públicas as conclusões do sínodo dedicado a este continente.

O otimismo de Navarro Valls não é compartilhado por todo mundo no Vaticano, já que alguns prelados enfatizam que João Paulo II está cada vez mais afetado pelo Mal de Parkinson.

O Papa precisa ser guiado quando se movimenta porque corre o risco de tombar para frente devido a uma prótese no fêmur direito que o incomoda muito.

Os programas de suas viagens — que deseja continuar realizando como um desafio — são, no entanto, muito reduzidos: uma missa pela manhã, quando ainda tem energia, e uma cerimônia à tarde, assim como reuniões estritamente necessárias.

Para esta sexta-feira não está prevista qualquer celebração especial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;