Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

GCM de Sto.André terá estatuto

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Conjunto de leis para a categoria, após 30 anos, é promessa para 2018, diz secretário de Segurança


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

12/09/2017 | 07:00


 Respaldado pela Lei Federal 13.022, de 2014, que prevê poder de polícia às GCMs (Guardas Civis Municipais) do País, o secretário de Segurança Urbana e Comunitária de Santo André, Edson Sardano, vem implantando, desde o início do ano, série de ações com o intuito de aumentar a presença da corporação nas ruas, na tentativa de devolver a sensação de segurança à comunidade. Entre outras metas elencadas em entrevista exclusiva ao Diário, ele ressalta a expectativa de aprovação de estatuto para a categoria para vigorar no próximo ano, e o objetivo de ampliar o efetivo, dos atuais 598 para 800 homens, até 2020.

“O principal é a visão do prefeito de colocar a guarda municipal na rua. Paulatinamente, ela (GCM) tem de ir deixando esse papel de mera vigilância. Ela tem poder de polícia e trabalhamos essencialmente com a prevenção”, destaca Sardano. Entre as ações que reforçam a presença do efetivo junto à comunidade está a Operação Municipal Delegada, implantada em maio. Com a medida, a cidade passa a contar com 80 guardas a mais nas ruas todo mês, que ganham incremento no salário por meio de horas-extras ao atuarem nas folgas.

Outra promessa, essa com o objetivo de estruturar a carreira do servidor municipal na Segurança, é aprovar e, posteriormente implantar um estatuto para a categoria já no próximo ano. “A GCM tem mais de 30 anos e não tem um estatuto, não tem plano de carreira. É desestimulante (para o profissional), (que tem) um dos salários mais baixos da Prefeitura. Isso também é um compromisso nosso, aprovar um estatuto para o ano que vem”, ressalta. “Vamos entregar, ao final deste governo, uma nova guarda municipal, com melhor efetivo, plano de carreira, nova estrutura.”

Até 2020, quando termina o mandato do prefeito Paulo Serra (PSDB), o desafio é ampliar o contingente de 598 guardas- civis. “Não temos um efetivo ideal. A ideia é chegar a pelo menos 800 homens, para que esses novos já cheguem sob as novas perspectivas de estatuto”, observa o secretário.

PROJETOS

Tendo em vista a situação crítica financeira e a baixa capacidade de investimento municipal, cenário observado em todo o País, a alternativa para equipar a Secretaria de Segurança é buscar recursos federais. “Consegui liberar um dinheiro que estava enroscado lá em Brasília para a compra de seis motos modernas para equipar as Romus (Rondas Ostensivas com Motocicletas)”, destaca. A entrega dos equipamentos modelo Yamaha 660, no valor de R$ 274 mil, está agendada para a manhã de hoje.

 

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;