Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Prefeitura autoriza calçadão para comerciantes no Parque S.Bernardo

Acordo do município com a Justiça impediu a demolição da área


Da Redação

17/04/2018 | 07:00


 O prefeito Orlando Morando (PSDB) autorizou, no domingo, a construção de calçadão, que vai beneficiar o principal ponto comercial do Parque São Bernardo, localizado na Rua Almeida Leme. O espaço concentra 33 lojas, dos mais variados produtos, instalado há mais de três décadas nos arredores da via. A expansão desordenada do local foi alvo da Justiça, que determinou a demolição e, consequentemente, a desocupação total.

“A ordem judicial determinava a saída, porque as lojas estão acima das calçadas, impedindo a mobilidade dos pedestres. Diante desta adversidade, fomos ao Ministério Público e elaboramos projeto que preservasse este centro comercial, fazendo nova calçada com acessibilidade a todos”, destacou o prefeito.

Assim, a Prefeitura irá investir cerca de R$ 100 mil em todo o projeto, que compreende toda a extensão da rua, utilizando novo asfalto e adequação da mobilidade, que irá deixar de ter os dois sentidos de tráfego de veículos. O início dos trabalhos se deu ontem, com término previsto para 60 dias.

“Tudo foi trabalhado pensando no melhor para toda esta região. Vamos emitir também autorização para legalizar todos estes comércios. É a Prefeitura fazendo a parte dela. O Ministério Público colaborando para que não precisasse remover ninguém. Neste bom acordo, contemplamos a cidade, melhorando as calçadas e fortalecemos a atividade comercial”, acrescentou o chefe do Executivo.

Estabelecido na Rua Almeida Leme, com comércio de vestuário feminino, Manoel de Assis Mota, 57 anos, aguarda com ansiedade a intervenção da Prefeitura. “Vivo desta loja e entendo que a obra vai nos ajudar bastante para atender os clientes. Fiquei contente”, comentou.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prefeitura autoriza calçadão para comerciantes no Parque S.Bernardo

Acordo do município com a Justiça impediu a demolição da área

Da Redação

17/04/2018 | 07:00


 O prefeito Orlando Morando (PSDB) autorizou, no domingo, a construção de calçadão, que vai beneficiar o principal ponto comercial do Parque São Bernardo, localizado na Rua Almeida Leme. O espaço concentra 33 lojas, dos mais variados produtos, instalado há mais de três décadas nos arredores da via. A expansão desordenada do local foi alvo da Justiça, que determinou a demolição e, consequentemente, a desocupação total.

“A ordem judicial determinava a saída, porque as lojas estão acima das calçadas, impedindo a mobilidade dos pedestres. Diante desta adversidade, fomos ao Ministério Público e elaboramos projeto que preservasse este centro comercial, fazendo nova calçada com acessibilidade a todos”, destacou o prefeito.

Assim, a Prefeitura irá investir cerca de R$ 100 mil em todo o projeto, que compreende toda a extensão da rua, utilizando novo asfalto e adequação da mobilidade, que irá deixar de ter os dois sentidos de tráfego de veículos. O início dos trabalhos se deu ontem, com término previsto para 60 dias.

“Tudo foi trabalhado pensando no melhor para toda esta região. Vamos emitir também autorização para legalizar todos estes comércios. É a Prefeitura fazendo a parte dela. O Ministério Público colaborando para que não precisasse remover ninguém. Neste bom acordo, contemplamos a cidade, melhorando as calçadas e fortalecemos a atividade comercial”, acrescentou o chefe do Executivo.

Estabelecido na Rua Almeida Leme, com comércio de vestuário feminino, Manoel de Assis Mota, 57 anos, aguarda com ansiedade a intervenção da Prefeitura. “Vivo desta loja e entendo que a obra vai nos ajudar bastante para atender os clientes. Fiquei contente”, comentou.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;