Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ibama decide nao desocupar escritório invadido por índios na BA


Do Diário do Grande ABC

21/08/1999 | 16:51


O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) decidiu nao adotar nenhuma medida para desocupar seu escritório no Parque do Monte Paschoal, na Bahia, até que a Fundaçao Nacional do Indio (Funai) conclua as negociaçoes com os manifestantes. O parque foi invadido por cerca de 300 índios pataxó, que reivindicam a área e protestam contra a falta de assistência do governo ao grupo.

Segundo a assessoria do Ibama em Brasília, hoje já há dois observadores do instituto no local, o diretor de Ecossistemas, Luis Márcio Pereira Santos, e o coordenador de Unidades de Conservaçao, Rodrigo Paranhos Faleiro. Eles estao acompanhados do secretário de Biodiversidade e Floresta, do Ministério do Meio Ambiente, José Pedro de Oliveira. O grupo acompanhará as negociaçoes que serao realizadas pelo chefe da Funai no município de Eunápolis, Joao Vianei.

Em uma reuniao realizada hoje entre representantes dos ministérios da Justiça e do Meio Ambiente, da Funai e do Ibama, Vianei assumiu a responsabilidade por retirar pacificamente os índios do parque.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ibama decide nao desocupar escritório invadido por índios na BA

Do Diário do Grande ABC

21/08/1999 | 16:51


O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) decidiu nao adotar nenhuma medida para desocupar seu escritório no Parque do Monte Paschoal, na Bahia, até que a Fundaçao Nacional do Indio (Funai) conclua as negociaçoes com os manifestantes. O parque foi invadido por cerca de 300 índios pataxó, que reivindicam a área e protestam contra a falta de assistência do governo ao grupo.

Segundo a assessoria do Ibama em Brasília, hoje já há dois observadores do instituto no local, o diretor de Ecossistemas, Luis Márcio Pereira Santos, e o coordenador de Unidades de Conservaçao, Rodrigo Paranhos Faleiro. Eles estao acompanhados do secretário de Biodiversidade e Floresta, do Ministério do Meio Ambiente, José Pedro de Oliveira. O grupo acompanhará as negociaçoes que serao realizadas pelo chefe da Funai no município de Eunápolis, Joao Vianei.

Em uma reuniao realizada hoje entre representantes dos ministérios da Justiça e do Meio Ambiente, da Funai e do Ibama, Vianei assumiu a responsabilidade por retirar pacificamente os índios do parque.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;