Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Caetano tem invencibilidade quebrada, mas segue na ponta

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Mesmo dominando grande parte da partida,
Azulão não resiste ao jovem time do Santos B


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

13/08/2017 | 07:00


O São Caetano perdeu a invencibilidade na Copa Paulista. Depois de oito rodadas, o time comandado pelo técnico Luís Carlos Martins foi superado pelo time B do Santos por 2 a 1, ontem à tarde, na Vila Belmiro, na Baixada Santista.

Mesmo com o resultado, o Azulão, beneficiado com a derrota do Água Santa para o Nacional por 1 a 0, se manteve na liderança do Grupo 3 com 15 pontos, enquanto o Santos subiu para quinto, com 11.
Sem muitas pretensões na competição, o Peixe aproveitou o fato de jogar em casa e abriu o placar logo aos sete minutos, com Diego Cardoso. Ele aproveitou rebote do goleiro Paes para balançar a rede.

O São Caetano mostrou poder de reação e foi atrás do empate. Por pouco não conseguiu. Aos 23, Daniel Costa chutou forte, mas a defesa conseguiu cortar qu</CW><CW-30>ase em cima da linha.

Com mais tranquilidade por conta do placar favorável, o Santos passou a valorizar a posse de bola e a explorar o desespero do São Caetano, que foi corajoso e avançou suas linhas em busca do empate.

Foi justamente em um contra-ataque que o Santos fez o segundo. Diego Pituca escapou em velocidade pela esquerda e chutou cruzado para vencer Paes e ampliar para o Peixe.

Sem nada a perder, o São Caetano foi com tudo para o ataque e criou ótimas chances para diminuir. Em uma delas, Paulo Vinícius acertou a trave.

De tanto insistir, o Azulão acabou conseguindo o gol de honra. Aos 25, Carlão aproveitou cruzamento e bateu de voleio, a bola pegou na mão do zagueiro na área: pênalti, que Ermínio converteu e diminuiu. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano tem invencibilidade quebrada, mas segue na ponta

Mesmo dominando grande parte da partida,
Azulão não resiste ao jovem time do Santos B

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

13/08/2017 | 07:00


O São Caetano perdeu a invencibilidade na Copa Paulista. Depois de oito rodadas, o time comandado pelo técnico Luís Carlos Martins foi superado pelo time B do Santos por 2 a 1, ontem à tarde, na Vila Belmiro, na Baixada Santista.

Mesmo com o resultado, o Azulão, beneficiado com a derrota do Água Santa para o Nacional por 1 a 0, se manteve na liderança do Grupo 3 com 15 pontos, enquanto o Santos subiu para quinto, com 11.
Sem muitas pretensões na competição, o Peixe aproveitou o fato de jogar em casa e abriu o placar logo aos sete minutos, com Diego Cardoso. Ele aproveitou rebote do goleiro Paes para balançar a rede.

O São Caetano mostrou poder de reação e foi atrás do empate. Por pouco não conseguiu. Aos 23, Daniel Costa chutou forte, mas a defesa conseguiu cortar qu</CW><CW-30>ase em cima da linha.

Com mais tranquilidade por conta do placar favorável, o Santos passou a valorizar a posse de bola e a explorar o desespero do São Caetano, que foi corajoso e avançou suas linhas em busca do empate.

Foi justamente em um contra-ataque que o Santos fez o segundo. Diego Pituca escapou em velocidade pela esquerda e chutou cruzado para vencer Paes e ampliar para o Peixe.

Sem nada a perder, o São Caetano foi com tudo para o ataque e criou ótimas chances para diminuir. Em uma delas, Paulo Vinícius acertou a trave.

De tanto insistir, o Azulão acabou conseguindo o gol de honra. Aos 25, Carlão aproveitou cruzamento e bateu de voleio, a bola pegou na mão do zagueiro na área: pênalti, que Ermínio converteu e diminuiu. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;