Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Remédios chegam aos poucos em Mauá


André Vieira
Do Diário do Grande ABC

20/01/2009 | 07:00


Os mais de 400 produtos entre remédios e materiais médico-hospitalares adquiridos por R$ 2,8 milhões pela Prefeitura de Mauá em contrato emergencial - celebrado com quatro empresas na última quinta-feira - começaram a ser entregues gradativamente nas unidades de Saúde do município.

Os insumos estão sendo distribuídos parcialmente, começando pelo Hospital Doutor Radamés Nardini e pronto atendimento das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) Zaíra 2 e São João.

Ontem, na unidade São João, um funcionário informou que os primeiros produtos chegaram na sexta-feira. A remessa ainda não seria suficiente para regularizar o estoque. Entre as drogas ausentes nas prateleiras do São João estão o AAS e o captopril - para controle de pressão arterial.

Na UBS do Zaíra, a pensionista Firmina Nunes Cardoso, 72, lamentou a indisponibilidade em estoque das duas drogas que fora buscar. "Estive aqui na semana passada e disseram para voltar agora, mas ainda não chegou", disse a usuária, que necessita de medicamentos para controle de arritmia e pressão arterial.

A Prefeitura informou que o contrato garante remédios pelos próximos três meses. Os itens que ainda não podem ser encontrados em algumas unidades serão distribuídos gradativamente. A expectativa da administração é normalizar em dez dias.

Não só nas farmácias os pacientes enfrentaram dificuldades para serem atendidos ontem. O pronto-socorro do Nardini estava lotado e alguns pacientes esperaram até cinco horas por um médico. No começo da tarde, houve um princípio de tumulto e uma equipe da polícia montada precisou ser chamada.

A Prefeitura não informou quantas pessoas foram atendidas ontem no Nardini, mas justificou que o serviço está em fase de adequação.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;