Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Netuno não segura Peixe na Capital

Marina Brandão/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Com um a menos, equipe luta, mas perde por
1 a 0 e conhece a quarta derrota no Paulistão


Rafael Zamo
Especial para o Diário

13/03/2016 | 07:00


Não foi o presente que os aniversariantes do fim de semana Márcio Ribeiro (técnico) e Paulo Sirqueira (presidente) queriam do Água Santa. Ontem, o time do Grande ABC até lutou, mas acabou derrotado pelo Santos por 1 a 0, no Pacaembu. O Netuno segue em terceiro do Grupo D, com 11 pontos, a um da zona da degola. Já o Peixe é primeiro no A, com 18 e dormiu na liderança geral do Paulistão. O objetivo da equipe de Diadema era jogar de igual para igual, porém, nos minutos iniciais, teve de se defender como time pequeno para suportar a pressão santista. Os comandados de Márcio Ribeiro se viravam como podiam e pouco atacavam.

Na vez em que chegou mais próximo da meta, Gabriel acertou a trave direita de Richard após tabela, aos 23. Dois minutos depois, o Água Santa assustou o adversário. Everaldo apareceu livre na marca do pênalti e finalizou, mas Gustavo Henrique, de carrinho, evitou o gol.

Como temia o treinador do Netuno, o Peixe seria perigoso pelas laterais. E foi justamente pelo lado direito que os mandantes chegaram à rede, aos 29. Depois de nova tabela, Rafael Longuine chutou, a bola bateu em Eli Sabiá e tirou as chances de defesa de Richard.

O Água Santa até havia equilibrado o duelo, mas depois do tento sofrido voltou a ser pressionado. Foi então que o goleiro diademense apareceu bem e, com pelo menos três grandes defesas, evitou o segundo.
No início da etapa final, por duas vezes, Rafael Santiago tentou de longe, mas Vanderlei interveio em ambas. A missão do Netuno ficou mais difícil aos dez, depois que André Rocha recebeu o segundo amarelo e foi expulso ao fazer falta em Longuine.

Mesmo na base da superação, os visitantes não tiveram poder de reação e tiveram de assistir ao Santos perder oportunidades de ampliar. Na melhor delas, aos 34, Paulinho deu chute de fora da área e acertou as duas traves.

Diademenses projetam ‘final’ domingo

Não há dúvidas de que a situação do Água Santa no Campeonato Paulista já foi melhor. Agora, após a nona rodada e ter frequentado a zona de classificação do Grupo D algumas vezes, o Netuno está há quatro jogos sem vencer, a cincos pontos da vaga e a um da zona do rebaixamento, podendo inclusive entrar na área da degola após os jogos de hoje.

Tudo isso faz com que a partida de domingo, diante do Botafogo, no Inamar, ganhe contornos de final para a equipe de Diadema.

Destaque ontem diante do Santos com boas defesas, Richard procurou projetar o próximo compromisso e espera contar com o fator casa para voltar a vencer.

“O Santos é uma equipe qualificada que acabou conseguindo espaços. Sabemos que em um campeonato curto não podemos errar, como estamos fazendo. Agora tenho certeza que diante do nosso torcedor em casa somos muito fortes e poderemos fazer um bom resultado”, disse o goleiro.

Enquanto isso, o zagueiro Gustavo ressaltou a meta do Netuno em permanecer na elite do Paulista. “A gente se defendeu bem e num detalhizinho levamos um gol. A equipe santista se movimenta muito. Agora temos de nos atentar ao nosso objetivo, que é escapar da zona do rebaixamento”, completou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Netuno não segura Peixe na Capital

Com um a menos, equipe luta, mas perde por
1 a 0 e conhece a quarta derrota no Paulistão

Rafael Zamo
Especial para o Diário

13/03/2016 | 07:00


Não foi o presente que os aniversariantes do fim de semana Márcio Ribeiro (técnico) e Paulo Sirqueira (presidente) queriam do Água Santa. Ontem, o time do Grande ABC até lutou, mas acabou derrotado pelo Santos por 1 a 0, no Pacaembu. O Netuno segue em terceiro do Grupo D, com 11 pontos, a um da zona da degola. Já o Peixe é primeiro no A, com 18 e dormiu na liderança geral do Paulistão. O objetivo da equipe de Diadema era jogar de igual para igual, porém, nos minutos iniciais, teve de se defender como time pequeno para suportar a pressão santista. Os comandados de Márcio Ribeiro se viravam como podiam e pouco atacavam.

Na vez em que chegou mais próximo da meta, Gabriel acertou a trave direita de Richard após tabela, aos 23. Dois minutos depois, o Água Santa assustou o adversário. Everaldo apareceu livre na marca do pênalti e finalizou, mas Gustavo Henrique, de carrinho, evitou o gol.

Como temia o treinador do Netuno, o Peixe seria perigoso pelas laterais. E foi justamente pelo lado direito que os mandantes chegaram à rede, aos 29. Depois de nova tabela, Rafael Longuine chutou, a bola bateu em Eli Sabiá e tirou as chances de defesa de Richard.

O Água Santa até havia equilibrado o duelo, mas depois do tento sofrido voltou a ser pressionado. Foi então que o goleiro diademense apareceu bem e, com pelo menos três grandes defesas, evitou o segundo.
No início da etapa final, por duas vezes, Rafael Santiago tentou de longe, mas Vanderlei interveio em ambas. A missão do Netuno ficou mais difícil aos dez, depois que André Rocha recebeu o segundo amarelo e foi expulso ao fazer falta em Longuine.

Mesmo na base da superação, os visitantes não tiveram poder de reação e tiveram de assistir ao Santos perder oportunidades de ampliar. Na melhor delas, aos 34, Paulinho deu chute de fora da área e acertou as duas traves.

Diademenses projetam ‘final’ domingo

Não há dúvidas de que a situação do Água Santa no Campeonato Paulista já foi melhor. Agora, após a nona rodada e ter frequentado a zona de classificação do Grupo D algumas vezes, o Netuno está há quatro jogos sem vencer, a cincos pontos da vaga e a um da zona do rebaixamento, podendo inclusive entrar na área da degola após os jogos de hoje.

Tudo isso faz com que a partida de domingo, diante do Botafogo, no Inamar, ganhe contornos de final para a equipe de Diadema.

Destaque ontem diante do Santos com boas defesas, Richard procurou projetar o próximo compromisso e espera contar com o fator casa para voltar a vencer.

“O Santos é uma equipe qualificada que acabou conseguindo espaços. Sabemos que em um campeonato curto não podemos errar, como estamos fazendo. Agora tenho certeza que diante do nosso torcedor em casa somos muito fortes e poderemos fazer um bom resultado”, disse o goleiro.

Enquanto isso, o zagueiro Gustavo ressaltou a meta do Netuno em permanecer na elite do Paulista. “A gente se defendeu bem e num detalhizinho levamos um gol. A equipe santista se movimenta muito. Agora temos de nos atentar ao nosso objetivo, que é escapar da zona do rebaixamento”, completou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;