Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Usina Chernobyl volta a funcionar na Ucrânia


Do Diário do Grande ABC

26/11/1999 | 13:02


As autoridades ucranianas puseram novamente em funcionamento nesta sexta-feira, um dos reatores nucleares da usina de energia de Chernobyl, que se encontra em operaçao, ignorando protestos internacionais.

O reator número 3 foi posto em operaçao às 5h30, após quase cinco meses de consertos. Em princípio, estava funcionando com apenas 5% de sua capacidade e vinha aumentando de maneira gradual sua potência, segundo informou a usina. Funcionários de Chernobyl insistem em que o reator número 3 é seguro.

Governos ocidentais e grupos de defesa do meio ambiente pediram reiteradamente ao governo da Ucrânia para fechar a usina. Segundo um acordo assinado em 1995 entre a Ucrânia e o Grupo dos Sete, integrado pelas principais naçoes industrializadas do mundo, a usina deveria ficar fechada até o ano 2000.

"Somos completamente contra o reinício das atividades em Chernobyl", declarou recentemente Ben Pearson, um ativista do Grupo Greenpeace, de defesa do meio ambiente, no escritório da organizaçao em Amsterdam. "Chernobyl é provavelmente o reator mais perigoso do mundo".

Funcionários de Chernobyl insistiram em que o reator número 3 foi reparado, nao representa qualquer perigo e nao está ameaçado pelo bug do milênio, que poderia fazê-lo confundir o ano 2000 com 1900.

O governo ucraniano diz que pretende fechar Chernobyl no próximo ano, mas que precisa de US$ 1,2 bilhao do Ocidente para concluir a construçao de dois novos reatores que substituam os de Chernobyl.

O Banco Europeu de Reconstruçao e Desenvolvimento, que desempenhou importante papel nas conversaçoes sobre o financiamento, deveria ter tomado uma decisao sobre o empréstimo em setembro.

Mas, o banco nada decidiu e outros potenciais financiadores esperam, segundo se afirma, a decisao do BERD antes de fornecerem qualquer quantia.

A usina de Chernobyl tinha, originalmente, quatro reatores nucleares, mas o número 4 explodiu em abril de 1986, espalhando radiaçao por grande parte da Europa. Foi o pior acidente do gênero no mundo, tendo causado, segundo as autoridades ucranianas, 8 mil mortes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Usina Chernobyl volta a funcionar na Ucrânia

Do Diário do Grande ABC

26/11/1999 | 13:02


As autoridades ucranianas puseram novamente em funcionamento nesta sexta-feira, um dos reatores nucleares da usina de energia de Chernobyl, que se encontra em operaçao, ignorando protestos internacionais.

O reator número 3 foi posto em operaçao às 5h30, após quase cinco meses de consertos. Em princípio, estava funcionando com apenas 5% de sua capacidade e vinha aumentando de maneira gradual sua potência, segundo informou a usina. Funcionários de Chernobyl insistem em que o reator número 3 é seguro.

Governos ocidentais e grupos de defesa do meio ambiente pediram reiteradamente ao governo da Ucrânia para fechar a usina. Segundo um acordo assinado em 1995 entre a Ucrânia e o Grupo dos Sete, integrado pelas principais naçoes industrializadas do mundo, a usina deveria ficar fechada até o ano 2000.

"Somos completamente contra o reinício das atividades em Chernobyl", declarou recentemente Ben Pearson, um ativista do Grupo Greenpeace, de defesa do meio ambiente, no escritório da organizaçao em Amsterdam. "Chernobyl é provavelmente o reator mais perigoso do mundo".

Funcionários de Chernobyl insistiram em que o reator número 3 foi reparado, nao representa qualquer perigo e nao está ameaçado pelo bug do milênio, que poderia fazê-lo confundir o ano 2000 com 1900.

O governo ucraniano diz que pretende fechar Chernobyl no próximo ano, mas que precisa de US$ 1,2 bilhao do Ocidente para concluir a construçao de dois novos reatores que substituam os de Chernobyl.

O Banco Europeu de Reconstruçao e Desenvolvimento, que desempenhou importante papel nas conversaçoes sobre o financiamento, deveria ter tomado uma decisao sobre o empréstimo em setembro.

Mas, o banco nada decidiu e outros potenciais financiadores esperam, segundo se afirma, a decisao do BERD antes de fornecerem qualquer quantia.

A usina de Chernobyl tinha, originalmente, quatro reatores nucleares, mas o número 4 explodiu em abril de 1986, espalhando radiaçao por grande parte da Europa. Foi o pior acidente do gênero no mundo, tendo causado, segundo as autoridades ucranianas, 8 mil mortes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;