Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ex-secretário de Aidan é preso por cobrar propina

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Arnaldo Pereira, ex-Planejamento, é acusado de pedir R$ 1,2 mi para liberar imóveis em Sto.André


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

14/12/2016 | 07:00


Ex-secretário de Planejamento e Orçamento do governo Aidan Ravin (PSB, 2009-2011), de Santo André, Arnaldo Augusto Pereira foi preso ontem pela Polícia Civil acusado de cobrar propina para liberação de empreendimento imobiliário durante a gestão socialista. Conforme denúncia do Ministério Público, acatada pela Justiça, o titular da Pasta exigiu o pagamento de vantagem indevida no valor de R$ 1,2 milhão para facilitar a tramitação de procedimento de grande complexo residencial na cidade, em 2010, segundo ano da administração.

O inquérito aponta crimes de extorsão e lavagem de dinheiro. Não é a primeira vez que Arnaldo tem seu nome envolvido em episódio de corrupção. Auditor fiscal da prefeitura de São Paulo e ex-subsecretário de Arrecadação, ele aparece na lista de beneficiários da Máfia do ISS (Imposto Sobre Serviços). A ação deflagrada ontem, inclusive, trata-se de desdobramento do caso em que ficou apurada a prática de crime contra a administração pública. No ano passado, foi afastado de suas funções por suspeitas de embolsar de R$ 60 mil a R$ 80 mil semanais com o negócio. Logo foi demitido.

Arnaldo foi autuado pela manhã em sua residência, no bairro do Morumbi, na Capital, e levado, algemado, para o 4º DP de Lavagem ou Ocultação de Bens e Valores. A equipe do Diário flagrou a saída do ex-secretário andreense do local, às 17h, que não quis falar sobre a situação. “Nós demos o apoio para cumprimento da ordem judicial, firmando os mandados de busca e apreensão junto aos envolvidos”, pontuou o delegado titular Luis Carlos Silva Santos. Após o período na delegacia, Arnaldo, com passagem também pela Pasta de Saúde, foi encaminhado para a detenção no 77º DP, em Santa Cecília.

O levantamento do Gedec (Grupo de Atuação Especial de Combate aos Crimes Econômicos), ligado ao MP, desencadeou operação para cumprimento dos mandados, sequestro de bens e prisão temporária de Arnaldo – cinco dias, prorrogáveis – e Renato dos Santos Neto, amigo de infância do ex-secretário, considerado laranja no caso. “Para recebimento da vantagem criminosa, Arnaldo contou com atuação de Renato, que simulou fictício contrato de prestação de serviço pela empresa 2 Pixels Assessoria e Consultoria, da qual era sócio, seguindo-se de sofisticadas manobras de lavagem de dinheiro para ocultação da origem dos valores”, mencionou a Promotoria.

Quando secretário, Arnaldo teria requerido a quantia de construtora para autorizar alvará de construção de empreendimento de 15 torres residenciais, localizado na Avenida dos Estados, entre o Auto Shopping Global e o Walmart. O recebimento do montante chegou em 12 parcelas, embora o complexo não tenha saído do papel. A função de Renato era fazer serviços de informática, que nunca foram realizados.

Aidan não aparece na lista de investigados. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;