Fechar
Publicidade

Sábado, 12 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Gás de cozinha vai subir 9,5% neste mês e custará R$ 37


Hugo Cilo
Do Diário do Grande ABC

17/10/2007 | 07:06


O aumento na cotação do aço no mercado internacional e a elevação dos custos com folha de pagamento e transportes vão deixar o botijão de gás 9,5% mais caro ao consumidor neste mês, segundo a Sergás (Sindicato das Empresas de GLP da Grande São Paulo). Com o reajuste, o preço no Estado saltará dos atuais R$ 34 para R$ 37.

O aumento aplicado sobre o valor do gás de cozinha está bem acima da inflação dos últimos 12 meses – de 4,15%, segundo o IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo) medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Em um primeiro momento, o reajuste afetará apenas os imóveis residenciais e empresas que utilizam botijões – que utilizam o GLP (Gás Líquefeito de Petróleo). O gás natural, que abastece veículos e gera energia para grandes indústrias, não sofrerá aumento.

Segundo o presidente do Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito), Sergio Bandeira de Mello, o peso dos impostos sobre o setor é outra razão para o ajuste dos preços ao consumidor final. “Não há mais como absorver os custos e segurar os atuais valores. O aumento do botijão é inevitável”, diz Mello.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;