Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Minas muda campeonato estadual


Do Diário do Grande ABC

17/01/1999 | 17:48


Depois de três anos obrigados aaceitar as fórmulas propostas pelos clubes do interior, os times da capital - com o apoio do Vila Nova, de Nova Lima -, conseguiram mudar o Campeonato Mineiro para 1999. Este ano, América, Atlético, Cruzeiro e Vila só entrarao na disputa a partir da segunda fase da competiçao. Na primeira etapa, que começa dia 21 de fevereiro, as oito equipes restantes se enfrentam em turno e returno, classificando-se quatro para o octogonal final. Os dois primeiros da fase final fazem a decisao do título em sistema de playoff. Ficou acertado ainda que o campeao da primeira fase, denominada Taça Minas Gerais, terá garantida uma vaga na Copa Brasil do ano que vem.

A nova fórmula gerou protestos dos dirigentes do interior, mas como os votos de Atlético, Cruzeiro, América e Vila Nova - de acordo com a colocaçao do último campeonato - têm maior peso, os ``pequenos'' nada puderam fazer senao acatar a decisao do Conselho Arbitral da Federaçao Mineira. ``A última coisa em que se pensou nessa reuniao foi no futebol mineiro'', acusou o presidente da Caldense, de Poços de Caldas. A alegaçao é de que a única oportunidade em que os estádios do interior ficam cheios é com a presença dos clubes de Belo Horizonte. ``Sem eles o prejuízo será enorme'', conclui ele, sem pensar na possibilidade de seu clube estar no octogonal final.

Como prova de que os estaduais nao agradam a ninguém, exceçao feita a Eduardo José Farah, e sao sinônimo de prejuízo financeiro, os grandes do futebol mineiro usam o mesmo argumento para justificar o modelo de competiçao que aprovaram. ``Fizemos o que para nós será melhor, nao podemos continuar pagando para disputar o Campeonato Mineiro'', explica o vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Alvimar Perrela. Nélio Brant, presidente do Atlético, concorda, mas acredita que o estadual continuará deficitário. ``O campeonato será financeiramente melhor, mas nao devemos nos iludir em igualar rendas e despesas'', diz Brant. Segundo ele, ano passado o prejuízo do Atlético no estadual foi de R$ 3,8 milhoes e, em 99, a expectativa é que esse valor sofra uma reduçao de R$ 2 milhoes.

O rebaixamento para a segunda divisao foi outro ponto de discordância entre os participantes do campeonato, pois nao se aceitava que Atlético, Cruzeiro, América e Vila Nova estivessem de fora do rebaixamento. Depois de muita discussao, decidiu-se por manter esse privilégio, ``compensando'' os clubes do interior com uma vaga na Copa Brasil.

Enquanto aguardam os adversários para a fase final do estadual, Atlético, Cruzeiro, América e Vila vao disputar a Supercopa dos Campeoes de Minas Gerais, que definirá o representante mineiro na Copa Centro-Oeste, organizada pela CBF. Participam da copa equipes de Goiás, Tocantins, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;