Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Hollande pede que Grécia retome negociações com credores



29/06/2015 | 06:29


O presidente da França, François Hollande, pediu às autoridades da Grécia que retornem à mesa de negociações com seus credores internacionais e alertou que o tempo está se esgotando antes de um referendo que pode levar à saída do país da zona do euro. Hollande também lamentou o fato de os gregos terem interrompido as conversas no fim de semana, disse que Atenas e credores estiveram muito perto de um acordo e que ainda há a possibilidade de um entendimento hoje.

Hollande, que falou após reunião de emergência com seus principais ministros e assessores financeiros, disse desejar que a Grécia continue no bloco e que respeita a decisão soberana de Atenas de convocar, para o próximo dia 5, um referendo sobre as medidas de austeridade que os credores exigem dos gregos em troca de novo auxílio financeiro.

Segundo Hollande, no entanto, a saída da Grécia do euro poderá ser inevitável se o país não retomar as conversas e a população grega rejeitar as medidas exigidas pelos credores no referendo do próximo fim de semana.

"O que está em jogo é fundamental. É uma questão de saber se os gregos querem continuar na zona do euro...ou se eles vão enfrentar o risco de uma saída", disse o presidente francês.

Hollande comentou ainda que a economia francesa e da zona do euro como um todo - excluindo-se a Grécia - está mais bem protegida de eventual contágio do que no começo da crise grega. "Hoje, a economia francesa está robusta - muito mais do que há quatro anos - e não tem nada a temer do que vier a acontecer", afirmou. Fonte: Dow Jones Newswires.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;