Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Meio século sem Villa-Lobos


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

18/11/2009 | 07:00


Um dos maiores compositores da música erudita do século 20, Heitor Villa-Lobos (1887-1959) é alvo de uma série de homenagens referentes ao cinquentenário de sua morte, completado ontem.

Entre as principais atrações está o "Simpósio Internacional Heitor Villa-Lobos", que teve início segunda e segue até sábado no Masp (Avenida Paulista, 1.578. Tel.: 3091-4330), em São Paulo. A semana será repleta de concertos especiais que ocorrem no grande auditório do local e apresentam a vasta obra do compositor carioca. A entrada é franca durante todo o evento, que não terá atividades na sexta-feira (feriado). Sobem ao palco hoje, às 12h30, os alunos do departamento de música da USP, que interpretam trabalhos como "Choros Nº 1", "Chorinho" e "Prelúdio Nº 4".

Destaque para a programação de sábado, que conta com performance do Quinteto Villa-Lobos, às 12h30. O repertório do grupo conta algumas das principais obras do homenageado. No mesmo dia, também se apresenta a Orquestra Sinfônica da USP, comandada pela maestrina Ligia Amadio.

A TV Cultura promove até domingo em sua grade a Semana Villa-Lobos. Diversas atrações da emissora terão temática especial sobre os 50 anos da morte do músico. Hoje, às 23h, o jornalista Fernando Faro comanda o programa Ensaio que compila entrevistas de artistas que passaram por ali e conviveram com o maestro. Entre os entrevistados está Tom Jobim (1927-1994), que, entre outros assuntos, exibe uma piteira que pertencia ao amigo e revela o conteúdo da primeira conversa entre os dois.

As emissoras de rádio pertencentes à Fundação Padre Anchieta também têm programação comemorativa. Todo o conteúdo pode ser conferido no site especial www.tvcultura.com.br/villalobos.

No domingo, às 23h, a Globo News finaliza a série "Villa em 3 Tempos", que relembra a trajetória pessoal e profissional do gênio. O programa tem a presença do maestro Isaac Karabtchevsky e de alguns convidados, entre eles o crítico Luiz Paulo Horta e o maestro John Neschling.

INTERNACIONAL - Não só no Brasil Heitor Villa-Lobos será lembrado. Em Paris - na qual viveu durante a década de 1920 - comemorações estão programadas para ocorrer a partir do dia 30 em diversos locais da cidade.

Entre as atrações estão: trechos da ópera Yerma interpretados pelo violonista Fabio Zanon, a Orquestra Nacional da França interpretando duas das clássicas "Bachianas Brasileiras" e o recital da pianista Sonia Rubinsky com A Lenda do Caboclo, Quinteto em Forma de "Choro" e "Choros Nº 5" (Alma Brasileira).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Meio século sem Villa-Lobos

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

18/11/2009 | 07:00


Um dos maiores compositores da música erudita do século 20, Heitor Villa-Lobos (1887-1959) é alvo de uma série de homenagens referentes ao cinquentenário de sua morte, completado ontem.

Entre as principais atrações está o "Simpósio Internacional Heitor Villa-Lobos", que teve início segunda e segue até sábado no Masp (Avenida Paulista, 1.578. Tel.: 3091-4330), em São Paulo. A semana será repleta de concertos especiais que ocorrem no grande auditório do local e apresentam a vasta obra do compositor carioca. A entrada é franca durante todo o evento, que não terá atividades na sexta-feira (feriado). Sobem ao palco hoje, às 12h30, os alunos do departamento de música da USP, que interpretam trabalhos como "Choros Nº 1", "Chorinho" e "Prelúdio Nº 4".

Destaque para a programação de sábado, que conta com performance do Quinteto Villa-Lobos, às 12h30. O repertório do grupo conta algumas das principais obras do homenageado. No mesmo dia, também se apresenta a Orquestra Sinfônica da USP, comandada pela maestrina Ligia Amadio.

A TV Cultura promove até domingo em sua grade a Semana Villa-Lobos. Diversas atrações da emissora terão temática especial sobre os 50 anos da morte do músico. Hoje, às 23h, o jornalista Fernando Faro comanda o programa Ensaio que compila entrevistas de artistas que passaram por ali e conviveram com o maestro. Entre os entrevistados está Tom Jobim (1927-1994), que, entre outros assuntos, exibe uma piteira que pertencia ao amigo e revela o conteúdo da primeira conversa entre os dois.

As emissoras de rádio pertencentes à Fundação Padre Anchieta também têm programação comemorativa. Todo o conteúdo pode ser conferido no site especial www.tvcultura.com.br/villalobos.

No domingo, às 23h, a Globo News finaliza a série "Villa em 3 Tempos", que relembra a trajetória pessoal e profissional do gênio. O programa tem a presença do maestro Isaac Karabtchevsky e de alguns convidados, entre eles o crítico Luiz Paulo Horta e o maestro John Neschling.

INTERNACIONAL - Não só no Brasil Heitor Villa-Lobos será lembrado. Em Paris - na qual viveu durante a década de 1920 - comemorações estão programadas para ocorrer a partir do dia 30 em diversos locais da cidade.

Entre as atrações estão: trechos da ópera Yerma interpretados pelo violonista Fabio Zanon, a Orquestra Nacional da França interpretando duas das clássicas "Bachianas Brasileiras" e o recital da pianista Sonia Rubinsky com A Lenda do Caboclo, Quinteto em Forma de "Choro" e "Choros Nº 5" (Alma Brasileira).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;