Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Compositor Ennio Morricone recebe Oscar por sua carreira


Da AFP

26/02/2007 | 02:13


O compositor italiano Ennio Morricone, que emocionou com suas notas os espectadores de "Cinema Paradiso", "Atame", "Os Intocáveis" e de outros 500 filmes, foi recompensado neste domingo com o Oscar honorífico que nunca conseguiu levar para casa nas cinco vezes em que foi indicado.

Aos 78 anos, este autor de partituras que carregaram de dramaticidade cenas de inúmeros trabalhos ao longo de 45 anos de carreira, pôde finalmente segurar a estatueta dourada, que escapou nas indicações por "Cinzas no Paraíso" (1978), "A Missão" (1986), "Os Intocáveis" (1987), "Bugsy" (1991) e "Malena" (2000).

Quando lhe avisaram em dezembro passado que receberia um Oscar por sua trajetória, ele comentou em sua casa, no bairro Trastevere, de Roma: "fiquei atônito e feliz, porque o Oscar chega quando estou em plena atividade profissional".

Morricone nasceu em Roma, em 1928, e foi colega de colégio do lendário criador do "Western Spaghetti", Sergio Leone, com quem colaborou em quase todos os filmes.

Estudou trompete e composição no Conservatório de Santa Cecilia de Roma, onde na década de 60 começaria a dar suas primeiras melodias para o cinema, e que o transformaram em um dos compositores do meio cinematográfico mais prolífico da história.

Segundo sua biografia, ele é compositor desde os seis anos, tendo começado a estudar trompete aos dez. Aos 13, já viajava com a orquestra da Ópera de Roma e, aos 33, em 1961, estreou no cinema. Embora tenha se aventurado no teatro e na TV, a telona era, para Morricone, uma forma de diversão genial e a faceta mais pública da arte.

O último a receber o Oscar Honorífico foi o recentemente falecido Robert Altman, diretor indicado sete vezes pela Academia e que nunca levou a estatueta para casa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;