Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Grupo armado assalta zoológico do RJ


Do Diário do Grande ABC

04/06/2000 | 17:23


Um grupo de oito homens, armados e encapuzados com toucas Ninja, assaltou, na noite deste sábado, o Jardim Zoológico do Rio, em Sao Cristóvao, na zona Norte da cidade. Foram roubados 15 revólveres de calibre 38; 17 rádios do tipo walk-talk, que pertenciam aos seguranças do parque, além do dinheiro do movimento de sábado do restaurante do Zoológico.

A invasao aconteceu às 20h e os bandidos ficaram no Zoológico até cerca de 22h. Como o parque fecha para o público às 17h, apenas os quatro seguranças guardavam o local.

Os bandidos invadiram o zoológico, pulando o muro dos fundos, de três metros de altura, que dá para o Morro da Mangueira. Os quatro seguranças, da empresa Vigban, que faziam a vigilância do parque, foram rendido pelos assaltantes. Os bandidos amarraram os seguranças e prenderam os quatro na guarita da porta principal do Zoológico. Em depoimento prestado na 17ª Delegacia de Polícia, um dos quatro seguranças rendidos, Oswaldo de Souza Fernando, contou que um dos assaltantes usava camiseta preta da Polícia Civil.

Hoje era o primeiro dia da promoçao "Domingao da Família" no Zoológico do Rio, que dá um ingresso de graça para a família que pagasse outros três bilhetes. O movimento foi grande, chegando a quatro mil pessoas apenas até às 13h. A presença de policiais e do perito do Instituto Carlos Éboli chamava a atençao de pais e crianças. "Prenderam alguém?", perguntou o programador Sérgio Tavares, 34 anos, que estava com a mulher e os dois filhos.

O perito Paiva Neto nem chegou a fazer seu trabalho direito. "O local já estava todo alterado e nao há como fazer a perícia completa", contou o perito, ao deixar o zoológico. Policiais da 17ª DP, de Sao Cristóvao, também estiveram no local. O cofre onde fica o dinheiro do zoológico nao foi tocado pelos assaltantes. Isso poderia ser um sinal, segundo policiais, de que o grupo estava bem informado sobre o movimento do parque: o dinheiro da féria de cada dia é recolhido à tarde, perto da hora do fechamento.

Portanto, à noite, quando os bandidos entraram o cofre do zoológico já estava vazio. Os assaltantes invadiram a sala onde estava o cofre com os revólveres e rádios dos seguranças. O cofre foi levado, com a ajuda de um pequeno caminhao utilizado para alimentar os animais, para um local deserto, no meio do parque, e só entao foi arrombado. Os bandidos utilizaram maçarico e baloes de oxigênio.

Em seguida, o grupo invadiu o restaurante Alô, que fica dentro do Zoológico: quebraram a porta blindex da entrada e também arrombaram o cofre. Ieda Rehberger, gerente do restaurante, estava ontem desconsolada. "Eles levaram toda a féria do sábado e estamos com o movimento de domingo prejudicado", disse a gerente. Ela nao quis dizer exatamente quanto tinha no cofre. "Era bem mais que R$ 1 mil", limitou-se a esclarecer.

Segundo o detetive Márcio Ferreira, da 17ª DP, o maçarico e os dois baloes de oxigênio teriam sido roubados da oficina de manutençao do Zoológico. Ele acredita que o assalto pode vir a ser melhor esclarecido com os depoimentos dos outros seguranças e de funcionários do parque.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grupo armado assalta zoológico do RJ

Do Diário do Grande ABC

04/06/2000 | 17:23


Um grupo de oito homens, armados e encapuzados com toucas Ninja, assaltou, na noite deste sábado, o Jardim Zoológico do Rio, em Sao Cristóvao, na zona Norte da cidade. Foram roubados 15 revólveres de calibre 38; 17 rádios do tipo walk-talk, que pertenciam aos seguranças do parque, além do dinheiro do movimento de sábado do restaurante do Zoológico.

A invasao aconteceu às 20h e os bandidos ficaram no Zoológico até cerca de 22h. Como o parque fecha para o público às 17h, apenas os quatro seguranças guardavam o local.

Os bandidos invadiram o zoológico, pulando o muro dos fundos, de três metros de altura, que dá para o Morro da Mangueira. Os quatro seguranças, da empresa Vigban, que faziam a vigilância do parque, foram rendido pelos assaltantes. Os bandidos amarraram os seguranças e prenderam os quatro na guarita da porta principal do Zoológico. Em depoimento prestado na 17ª Delegacia de Polícia, um dos quatro seguranças rendidos, Oswaldo de Souza Fernando, contou que um dos assaltantes usava camiseta preta da Polícia Civil.

Hoje era o primeiro dia da promoçao "Domingao da Família" no Zoológico do Rio, que dá um ingresso de graça para a família que pagasse outros três bilhetes. O movimento foi grande, chegando a quatro mil pessoas apenas até às 13h. A presença de policiais e do perito do Instituto Carlos Éboli chamava a atençao de pais e crianças. "Prenderam alguém?", perguntou o programador Sérgio Tavares, 34 anos, que estava com a mulher e os dois filhos.

O perito Paiva Neto nem chegou a fazer seu trabalho direito. "O local já estava todo alterado e nao há como fazer a perícia completa", contou o perito, ao deixar o zoológico. Policiais da 17ª DP, de Sao Cristóvao, também estiveram no local. O cofre onde fica o dinheiro do zoológico nao foi tocado pelos assaltantes. Isso poderia ser um sinal, segundo policiais, de que o grupo estava bem informado sobre o movimento do parque: o dinheiro da féria de cada dia é recolhido à tarde, perto da hora do fechamento.

Portanto, à noite, quando os bandidos entraram o cofre do zoológico já estava vazio. Os assaltantes invadiram a sala onde estava o cofre com os revólveres e rádios dos seguranças. O cofre foi levado, com a ajuda de um pequeno caminhao utilizado para alimentar os animais, para um local deserto, no meio do parque, e só entao foi arrombado. Os bandidos utilizaram maçarico e baloes de oxigênio.

Em seguida, o grupo invadiu o restaurante Alô, que fica dentro do Zoológico: quebraram a porta blindex da entrada e também arrombaram o cofre. Ieda Rehberger, gerente do restaurante, estava ontem desconsolada. "Eles levaram toda a féria do sábado e estamos com o movimento de domingo prejudicado", disse a gerente. Ela nao quis dizer exatamente quanto tinha no cofre. "Era bem mais que R$ 1 mil", limitou-se a esclarecer.

Segundo o detetive Márcio Ferreira, da 17ª DP, o maçarico e os dois baloes de oxigênio teriam sido roubados da oficina de manutençao do Zoológico. Ele acredita que o assalto pode vir a ser melhor esclarecido com os depoimentos dos outros seguranças e de funcionários do parque.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;