Fechar
Publicidade

Sábado, 10 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Meia Diego arruma nova polêmica


Adriana Mompean
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

28/09/2003 | 21:12


Definitivamente, esta não foi uma das melhores semanas para o meia Diego, do Santos – que, na derrota do Peixe para o Internacional, no último sábado, por 1 a 0, envolveu-se em uma nova polêmica. Desta vez, o jogador foi acusado pelos atletas do Colorado de ter jogado ao chão uma camisa do clube, durante o intervalo da partida em Porto Alegre. A primeira confusão envolvendo o nome do jogador ocorreu na última quarta-feira, quando o atleta teria agredido dois adolescentes em um shopping de Santos.

Na entrada ao vestiário, no intervalo da partida na capital gaúcha, Diego trocou uma camisa com o jogador Claiton e, depois, jogou-a no chão. Diego se defendeu e declarou que nunca iria desrespeitar o adversário de tal maneira. “Eu jamais faria isso com a camisa de um clube campeão como o Inter”, disse. O jogador alega que um repórter lhe pediu a camisa e ele a entregou. Diego, que foi substituído na etapa complementar, foi alvo de reclamações da torcida adversária. “Tem muita gente maldosa querendo me prejudicar”, afirmou.

O jogador, que ficou uma semana afastado dos gramados devido a uma lesão, envolveu-se na última quarta-feira na primeira polêmica da semana. Diego foi acusado de agredir dois adolescentes. Segundo o jogador, um deles teria chutado sua namorada quando eles desciam uma escada rolante em um shopping. O pai de uma das vítimas registrou o caso no 3º Distrito Policial de Santos.

Arbitragem – O técnico do Santos, Émerson Leão, que defendeu o meia Diego das acusações, também polemizou diante da derrota do Peixe no Sul. Ele declarou que o time está sendo prejudicado pelos árbitros, sobretudo nas últimas rodadas. O treinador reclamou de um lance do primeiro tempo – quando, em sua opinião, o juiz teria anulado um gol legítimo do Peixe. Aos 46 minutos, após uma cobrança de falta, o meia Fabiano colocou a bola na rede, mas o auxiliar assinalou irregularidade.

O treinador também atribuiu a derrota por 1 a 0 aos erros de conclusão de seus atacantes. “Vários jogadores tiveram condições de abrir o placar, mas não conseguiram. Então, nós temos de aplaudir o Inter, que soube marcar o gol que não conseguimos”, afirma. O próximo desafio do Peixe é o clássico contra o São Paulo, no sábado, no Morumbi.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Meia Diego arruma nova polêmica

Adriana Mompean
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

28/09/2003 | 21:12


Definitivamente, esta não foi uma das melhores semanas para o meia Diego, do Santos – que, na derrota do Peixe para o Internacional, no último sábado, por 1 a 0, envolveu-se em uma nova polêmica. Desta vez, o jogador foi acusado pelos atletas do Colorado de ter jogado ao chão uma camisa do clube, durante o intervalo da partida em Porto Alegre. A primeira confusão envolvendo o nome do jogador ocorreu na última quarta-feira, quando o atleta teria agredido dois adolescentes em um shopping de Santos.

Na entrada ao vestiário, no intervalo da partida na capital gaúcha, Diego trocou uma camisa com o jogador Claiton e, depois, jogou-a no chão. Diego se defendeu e declarou que nunca iria desrespeitar o adversário de tal maneira. “Eu jamais faria isso com a camisa de um clube campeão como o Inter”, disse. O jogador alega que um repórter lhe pediu a camisa e ele a entregou. Diego, que foi substituído na etapa complementar, foi alvo de reclamações da torcida adversária. “Tem muita gente maldosa querendo me prejudicar”, afirmou.

O jogador, que ficou uma semana afastado dos gramados devido a uma lesão, envolveu-se na última quarta-feira na primeira polêmica da semana. Diego foi acusado de agredir dois adolescentes. Segundo o jogador, um deles teria chutado sua namorada quando eles desciam uma escada rolante em um shopping. O pai de uma das vítimas registrou o caso no 3º Distrito Policial de Santos.

Arbitragem – O técnico do Santos, Émerson Leão, que defendeu o meia Diego das acusações, também polemizou diante da derrota do Peixe no Sul. Ele declarou que o time está sendo prejudicado pelos árbitros, sobretudo nas últimas rodadas. O treinador reclamou de um lance do primeiro tempo – quando, em sua opinião, o juiz teria anulado um gol legítimo do Peixe. Aos 46 minutos, após uma cobrança de falta, o meia Fabiano colocou a bola na rede, mas o auxiliar assinalou irregularidade.

O treinador também atribuiu a derrota por 1 a 0 aos erros de conclusão de seus atacantes. “Vários jogadores tiveram condições de abrir o placar, mas não conseguiram. Então, nós temos de aplaudir o Inter, que soube marcar o gol que não conseguimos”, afirma. O próximo desafio do Peixe é o clássico contra o São Paulo, no sábado, no Morumbi.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;