Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Guzik encena o humor sinistro de Mirisola



11/02/2009 | 07:00


Dono de trajetória singular, o ator e crítico de teatro de talento inquestionável Alberto Guzik surpreendeu ao abandonar o segundo ofício - "a imprensa me deixou" - e voltou ao palco. Em 2003, atuou em "Horário de Visita", de Sérgio Roveri. Pouco depois se uniu ao grupo Satyros e atuou em peças como "Kaspar", "Transex", "Inocência" e "Divinas Palavras".

Atualmente, seu nome já vem imediatamente associado aos Satyros, e novamente, ao palco. Hoje, no Espaço dos Satyros, em São Paulo, Guzik estreia seu primeiro solo - "O Monólogo da Velha Apresentadora", texto de Marcelo Mirisola dirigido por Josemir Kowalick. Sua missão é defender a apresentadora de TV Febe Camacho, que ele próprio define como abominável. Um problema técnico adia a gravação de seu programa e ela desabafa com o auditório. "É um grande desafio; ela é preconceituosa e conservadora, mas não posso criticá-la", diz Guzik.

"O texto pede uma abordagem de comédia robusta, mas é genial porque tem momentos de mergulhos trágicos. É sinistramente engraçado, e isso é fascinante, é Mirisola."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;