Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Protesto faz Alex Silva criticar dirigentes do São Paulo


Das Agências

18/05/2011 | 07:01


Conhecido, além do bom futebol, pelo temperamento forte, o zagueiro Alex Silva criticou ontem dirigentes do São Paulo após o episódio em que torcedores protestaram na porta do CT da Barra Funda por causa da eliminação do time, diante do Avaí, na Copa do Brasil.

A crítica do jogador é em relação ao fato de cartolas do clube não se manifestarem sobre o assunto. "No futebol é sempre assim. Antes do resultado negativo, tinha sempre diretor no gramado. Depois sumiu. Mas não tem problema. Sou eu que jogo e por isso vim aqui defender meus companheiros. É a minha personalidade", desabafou, para depois completar: "É fácil quando você ganha aparecer para dar entrevista, mas quando você perde, todos somem. A vida segue. Não são os diretores que vão colocar o meião e tirar o time da situação que está. Somos nós, jogadores, e é o que vamos fazer."

Não é a primeira vez que o zagueiro critica dirigentes. Na véspera da partida contra o Goiás, em Goiânia, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, ele foi acusado pelo presidente Juvenal Juvêncio de ter inventado proposta do Sporting (Portugal) para forçar o São Paulo a comprar seu passe em definitivo. Alex Silva não gostou e foi para o ataque.

O defensor pertence ao Hamburgo (Alemanha) e está emprestado até 31 de julho. Com a polêmica, torna-se cada vez mais difícil a permanência do atleta, que interessa ao Corinthians.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Protesto faz Alex Silva criticar dirigentes do São Paulo

Das Agências

18/05/2011 | 07:01


Conhecido, além do bom futebol, pelo temperamento forte, o zagueiro Alex Silva criticou ontem dirigentes do São Paulo após o episódio em que torcedores protestaram na porta do CT da Barra Funda por causa da eliminação do time, diante do Avaí, na Copa do Brasil.

A crítica do jogador é em relação ao fato de cartolas do clube não se manifestarem sobre o assunto. "No futebol é sempre assim. Antes do resultado negativo, tinha sempre diretor no gramado. Depois sumiu. Mas não tem problema. Sou eu que jogo e por isso vim aqui defender meus companheiros. É a minha personalidade", desabafou, para depois completar: "É fácil quando você ganha aparecer para dar entrevista, mas quando você perde, todos somem. A vida segue. Não são os diretores que vão colocar o meião e tirar o time da situação que está. Somos nós, jogadores, e é o que vamos fazer."

Não é a primeira vez que o zagueiro critica dirigentes. Na véspera da partida contra o Goiás, em Goiânia, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, ele foi acusado pelo presidente Juvenal Juvêncio de ter inventado proposta do Sporting (Portugal) para forçar o São Paulo a comprar seu passe em definitivo. Alex Silva não gostou e foi para o ataque.

O defensor pertence ao Hamburgo (Alemanha) e está emprestado até 31 de julho. Com a polêmica, torna-se cada vez mais difícil a permanência do atleta, que interessa ao Corinthians.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;