Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Pica-Pau apronta na telona

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tauana Marin
Diário do Grande ABC

01/10/2017 | 07:00


O pássaro de topete vermelho, bico grande e com um canto inconfundível, bastante conhecido na televisão, vai ganhar as telonas dos cinemas na quinta-feira, com a estreia de Pica-Pau: O Filme. O pássaro malandro da Universal Pictures entra em ação quando o interesseiro Lance Walters (Timothy Omundson), junto com sua noiva (Thaila Ayala) resolvem construir uma mansão em um terreno que herdou de seu avô, após perder o emprego. A ideia é vender casa e sair logo daquele lugar. No entanto, a área é de preservação ambiental e é morada de um raro pássaro.

Pica-Pau, já perseguido por caçadores, não vai deixar barato a história de que árvores serão derrubadas para tal construção. Com esperteza e rapidez, o pássaro causa um verdadeiro caos, atrapalhando sempre que pode os projetos de Lance.

Durante esse período na mata, Lance acaba passando mais tempo na companhia do filho Tommy (Graham Verchere), que ficou com ele enquanto a mãe cuida de seu pai, com problemas de saúde. Tommy não cria empecilhos para logo ficar ‘amigo’ de Pica-Pau, o que desagrada seu pai. Lance acaba perdendo a noiva, que não aguenta mais as travessuras do pássaro, que destruiu seu cabelo e a colocava em armadilhas.

Enquanto o casal fazia de tudo para a obra terminar logo e sair dali, o menino acaba conhecendo dois moradores da pequena cidade que contorna a mata. Com os novos colegas, Tommy passa a fazer parte da banda e se prepara para uma apresentação, já que adora tocar guitarra.

Aos poucos, o louco e travesso Pica-Pau acaba amolecendo o coração de Lance e fazendo com que ele e seu filho resgatem a relação. Mas, até o fim, o querido Pica-Pau mostra que aquele lugar é dele!


Personagem vai completar 77 anos no mês de novembro

O pássaro com topete vermelho é um clássico das televisões internacionais e brasileira. Pica-Pau foi criado por Walter Lantz, da Universal Pictures, em 1940, e em novembro deste ano completa 77 anos. Suas primeiras transmissões como animação foram ao ar em 1957.

O personagem é protagonista de 166 episódios animados, que já foram transmitidos em mais de 155 países em 105 idiomas diferentes.

Além dos desenhos, Pica-Pau possui uma área dedicada no resort (local com hospedagem, alimentação e recreação) da Universal na Flórida, nos Estados Unidos, e faz participações especiais em atrações nos parques em Hollywood e no Japão.

No Brasil, o desenho já é transmitido há cerca de 40 anos na TV aberta, sem interrupção e com ótima audiência. Aos sábados a animação é exibida na Record, às 13h, e aos domingos, às 9h. Grande parte dos episódios também estão disponíveis no Youtube;

Ao longo dos anos, Pica-Pau recebeu três indicações ao Oscar – duas na categoria de melhor curta animado e outra na de melhor canção original.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pica-Pau apronta na telona

Tauana Marin
Diário do Grande ABC

01/10/2017 | 07:00


O pássaro de topete vermelho, bico grande e com um canto inconfundível, bastante conhecido na televisão, vai ganhar as telonas dos cinemas na quinta-feira, com a estreia de Pica-Pau: O Filme. O pássaro malandro da Universal Pictures entra em ação quando o interesseiro Lance Walters (Timothy Omundson), junto com sua noiva (Thaila Ayala) resolvem construir uma mansão em um terreno que herdou de seu avô, após perder o emprego. A ideia é vender casa e sair logo daquele lugar. No entanto, a área é de preservação ambiental e é morada de um raro pássaro.

Pica-Pau, já perseguido por caçadores, não vai deixar barato a história de que árvores serão derrubadas para tal construção. Com esperteza e rapidez, o pássaro causa um verdadeiro caos, atrapalhando sempre que pode os projetos de Lance.

Durante esse período na mata, Lance acaba passando mais tempo na companhia do filho Tommy (Graham Verchere), que ficou com ele enquanto a mãe cuida de seu pai, com problemas de saúde. Tommy não cria empecilhos para logo ficar ‘amigo’ de Pica-Pau, o que desagrada seu pai. Lance acaba perdendo a noiva, que não aguenta mais as travessuras do pássaro, que destruiu seu cabelo e a colocava em armadilhas.

Enquanto o casal fazia de tudo para a obra terminar logo e sair dali, o menino acaba conhecendo dois moradores da pequena cidade que contorna a mata. Com os novos colegas, Tommy passa a fazer parte da banda e se prepara para uma apresentação, já que adora tocar guitarra.

Aos poucos, o louco e travesso Pica-Pau acaba amolecendo o coração de Lance e fazendo com que ele e seu filho resgatem a relação. Mas, até o fim, o querido Pica-Pau mostra que aquele lugar é dele!


Personagem vai completar 77 anos no mês de novembro

O pássaro com topete vermelho é um clássico das televisões internacionais e brasileira. Pica-Pau foi criado por Walter Lantz, da Universal Pictures, em 1940, e em novembro deste ano completa 77 anos. Suas primeiras transmissões como animação foram ao ar em 1957.

O personagem é protagonista de 166 episódios animados, que já foram transmitidos em mais de 155 países em 105 idiomas diferentes.

Além dos desenhos, Pica-Pau possui uma área dedicada no resort (local com hospedagem, alimentação e recreação) da Universal na Flórida, nos Estados Unidos, e faz participações especiais em atrações nos parques em Hollywood e no Japão.

No Brasil, o desenho já é transmitido há cerca de 40 anos na TV aberta, sem interrupção e com ótima audiência. Aos sábados a animação é exibida na Record, às 13h, e aos domingos, às 9h. Grande parte dos episódios também estão disponíveis no Youtube;

Ao longo dos anos, Pica-Pau recebeu três indicações ao Oscar – duas na categoria de melhor curta animado e outra na de melhor canção original.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;