Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Desconto de cheque pré-datado e alternativa para capitalizar lojista


William Glauber
Do Diário do Grande ABC

11/08/2005 | 08:50


O desconto de cheques pré-datados e o empréstimo para capital de giro são dois instrumentos à disposição dos comerciantes em período de caixa baixo. Em datas comemorativas, como o Dia dos Pais, o grande volume de vendas a prazo descapitaliza lojistas, e as linhas de crédito especiais são uma alternativa para pagamento de contas e folha salarial. As taxas de juros partem de 2,01% e chegam a 6,44% ao mês conforme a instituição e a modalidade de crédito.

O desconto de cheques pré-datados permite ao comerciante vender a prazo e receber no ato. O banco efetua o pagamento do cheque e aplica sobre o valor uma taxa de juros mensal, variável na rede bancária. O pré-datado, retido pelo banco, é compensado apenas na data acertada entre consumidor e lojista.

O empréstimo de capital de giro é financiamento com pagamento parcelado entre um e 24 meses. O comerciante recebe o valor contratado integralmente, mas a quantidade de parcelas do financiamento depende de aprovação. A taxa de juros varia de acordo com valores e condições fixadas por cada banco.

O gerente de Mercados da Caixa Econômica Federal no Grande ABC, Daniel Vitorino de Souza, diz que o desconto de cheques pré-datados permite a antecipação de capital de forma ágil. “O método é instantâneo, e o cheque é debitado na hora para o cliente.”

O interessado tem a solicitação avaliada pela Caixa. A partir da análise cadastral, o banco estipula taxa de juros entre 2,01% e 3,30% ao mês para cheques com compensação em até 150 dias. A Caixa também oferece empréstimo de capital de giro com taxa de juros mensal de 2,58% a 5,02%, e parcelamento máximo em 24 meses.

Garantia – A gerente de Divisão de Produtos de Pessoas Jurídicas da Nossa Caixa, Isabel Albuquerque, aponta o empréstimo de capital de giro como outra alternativa de capitalização. Valores, prazos e taxa de juros variam de acordo com a garantia de pagamento. “Vai depender se o correntista usa duplicata, cheque ou aplicações financeiras como garantia.”

Na Nossa Caixa, o empréstimo de capital de giro tem taxa de juros mensal de 2,15% a 3,95%, com pagamento parcelado em até 24 meses. O desconto de cheques pré-datados, com compensação em até 180 dias, tem taxa de juros fixa de 2,37% ao mês.

O Bradesco desconta cheques pré-datados, em até 150 dias, com taxa de juros mensal entre 2,20% e 4,51%. O empréstimo de capital de giro, com prazo de 24 meses, tem taxas de juros de 3,23% a 6,44% ao mês. O Itaú oferece capital de giro, com prazo de 12 meses, com juros mensais entre 3,30% e 5,20%. O desconto de cheques pré-datados em até 180 dias tem juros de 2,50% a 3,28% no Itaú.

Ronaldo Olivi, sócio-proprietário da Tecidos Olivi, em Santo André, diz que recorre ao desconto de cheques pré-datados na rede bancária quando a loja passa por aperto. “Se falta capital para contas e pagamento de funcionários, passo cheque e pego adiantamento”, diz. No entanto, Olivi se queixa do recurso e, por conta dos juros, tenta evitá-lo. “Valer a pena não vale porque a gente acaba pagando, mas uso em situação emergencial”, explica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Desconto de cheque pré-datado e alternativa para capitalizar lojista

William Glauber
Do Diário do Grande ABC

11/08/2005 | 08:50


O desconto de cheques pré-datados e o empréstimo para capital de giro são dois instrumentos à disposição dos comerciantes em período de caixa baixo. Em datas comemorativas, como o Dia dos Pais, o grande volume de vendas a prazo descapitaliza lojistas, e as linhas de crédito especiais são uma alternativa para pagamento de contas e folha salarial. As taxas de juros partem de 2,01% e chegam a 6,44% ao mês conforme a instituição e a modalidade de crédito.

O desconto de cheques pré-datados permite ao comerciante vender a prazo e receber no ato. O banco efetua o pagamento do cheque e aplica sobre o valor uma taxa de juros mensal, variável na rede bancária. O pré-datado, retido pelo banco, é compensado apenas na data acertada entre consumidor e lojista.

O empréstimo de capital de giro é financiamento com pagamento parcelado entre um e 24 meses. O comerciante recebe o valor contratado integralmente, mas a quantidade de parcelas do financiamento depende de aprovação. A taxa de juros varia de acordo com valores e condições fixadas por cada banco.

O gerente de Mercados da Caixa Econômica Federal no Grande ABC, Daniel Vitorino de Souza, diz que o desconto de cheques pré-datados permite a antecipação de capital de forma ágil. “O método é instantâneo, e o cheque é debitado na hora para o cliente.”

O interessado tem a solicitação avaliada pela Caixa. A partir da análise cadastral, o banco estipula taxa de juros entre 2,01% e 3,30% ao mês para cheques com compensação em até 150 dias. A Caixa também oferece empréstimo de capital de giro com taxa de juros mensal de 2,58% a 5,02%, e parcelamento máximo em 24 meses.

Garantia – A gerente de Divisão de Produtos de Pessoas Jurídicas da Nossa Caixa, Isabel Albuquerque, aponta o empréstimo de capital de giro como outra alternativa de capitalização. Valores, prazos e taxa de juros variam de acordo com a garantia de pagamento. “Vai depender se o correntista usa duplicata, cheque ou aplicações financeiras como garantia.”

Na Nossa Caixa, o empréstimo de capital de giro tem taxa de juros mensal de 2,15% a 3,95%, com pagamento parcelado em até 24 meses. O desconto de cheques pré-datados, com compensação em até 180 dias, tem taxa de juros fixa de 2,37% ao mês.

O Bradesco desconta cheques pré-datados, em até 150 dias, com taxa de juros mensal entre 2,20% e 4,51%. O empréstimo de capital de giro, com prazo de 24 meses, tem taxas de juros de 3,23% a 6,44% ao mês. O Itaú oferece capital de giro, com prazo de 12 meses, com juros mensais entre 3,30% e 5,20%. O desconto de cheques pré-datados em até 180 dias tem juros de 2,50% a 3,28% no Itaú.

Ronaldo Olivi, sócio-proprietário da Tecidos Olivi, em Santo André, diz que recorre ao desconto de cheques pré-datados na rede bancária quando a loja passa por aperto. “Se falta capital para contas e pagamento de funcionários, passo cheque e pego adiantamento”, diz. No entanto, Olivi se queixa do recurso e, por conta dos juros, tenta evitá-lo. “Valer a pena não vale porque a gente acaba pagando, mas uso em situação emergencial”, explica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;