Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 16 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

S.Paulo poupa pendurados diante do Santo André

Técnico Ricardo Gomes muda zaga e preserva atletas para clássico com o Timão; jogo acontece em Ribeirão Preto


Fernando Cappelli
Com Agências

19/09/2009 | 07:00


O zagueiro Rodrigo está confirmado no setor defensivo do São Paulo contra o Santo André, amanhã, em Ribeirão Preto, pelo Brasileiro. Mas não porque ganhou no campo a briga com Renato Silva pela posição. E, sim, porque o técnico Ricardo Gomes está preocupado em perder dois atletas pendurados para o confronto com o Corinthians, no dia 27.

Renato e Miranda têm dois cartões amarelos e correm o risco de não atuar no clássico. Por isso, um dos dois será substituído por Rodrigo. Mas o treinador garante que a decisão não é para poupar ninguém e, sim, para não ter de improvisar a defesa diante do Timão.

"Não é o caso de poupar ninguém. Se perder dois zagueiros, faço como, mudo o sistema? Tenho quatro da posição que estão atuando regularmente. Se ficar sem dois, tenho de improvisar O Zé Luis ou o Richarlyson. Não é pelo Corinthians, eu vou evitar adaptar o time em qualquer situação", ressaltou o comandante.

Para exemplificar o cuidado de não perder dois zagueiros, Gomes cita o jogo contra o Sport, quando Renato Silva e Miranda foram expulsos e desfalcaram o São Paulo na partida contra o Fluminense. Richarlyson foi improvisado na defesa.

"Uma coisa é você perder dois contra o Sport e precisar adaptar porque não imaginaria que teria dois expulsos. O que farei agora não é poupar, é antecipar um problema maior. Mas também posso acordar amanhã e decidir escalar os dois pendurados", acrescentou o treinador são-paulino.

Se na zaga Gomes pensa em deixar um dos pendurados fora da partida, no ataque ele não vai mudar nada. Borges e Dagoberto também têm dois amarelos, mas se não puderem jogar o clássico, o técnico tem peças de reposição.

"No ataque tenho vários jogadores quase titulares. Se perder dois, tenho outros para repor, como Washington, Hugo, Marlos", resumiu o comandante.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Paulo poupa pendurados diante do Santo André

Técnico Ricardo Gomes muda zaga e preserva atletas para clássico com o Timão; jogo acontece em Ribeirão Preto

Fernando Cappelli
Com Agências

19/09/2009 | 07:00


O zagueiro Rodrigo está confirmado no setor defensivo do São Paulo contra o Santo André, amanhã, em Ribeirão Preto, pelo Brasileiro. Mas não porque ganhou no campo a briga com Renato Silva pela posição. E, sim, porque o técnico Ricardo Gomes está preocupado em perder dois atletas pendurados para o confronto com o Corinthians, no dia 27.

Renato e Miranda têm dois cartões amarelos e correm o risco de não atuar no clássico. Por isso, um dos dois será substituído por Rodrigo. Mas o treinador garante que a decisão não é para poupar ninguém e, sim, para não ter de improvisar a defesa diante do Timão.

"Não é o caso de poupar ninguém. Se perder dois zagueiros, faço como, mudo o sistema? Tenho quatro da posição que estão atuando regularmente. Se ficar sem dois, tenho de improvisar O Zé Luis ou o Richarlyson. Não é pelo Corinthians, eu vou evitar adaptar o time em qualquer situação", ressaltou o comandante.

Para exemplificar o cuidado de não perder dois zagueiros, Gomes cita o jogo contra o Sport, quando Renato Silva e Miranda foram expulsos e desfalcaram o São Paulo na partida contra o Fluminense. Richarlyson foi improvisado na defesa.

"Uma coisa é você perder dois contra o Sport e precisar adaptar porque não imaginaria que teria dois expulsos. O que farei agora não é poupar, é antecipar um problema maior. Mas também posso acordar amanhã e decidir escalar os dois pendurados", acrescentou o treinador são-paulino.

Se na zaga Gomes pensa em deixar um dos pendurados fora da partida, no ataque ele não vai mudar nada. Borges e Dagoberto também têm dois amarelos, mas se não puderem jogar o clássico, o técnico tem peças de reposição.

"No ataque tenho vários jogadores quase titulares. Se perder dois, tenho outros para repor, como Washington, Hugo, Marlos", resumiu o comandante.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;