Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Mário Gobbi desmente Mano Menezes e R. Carlos


Lucas Tieppo
Com Agências

12/11/2009 | 07:00


A possível contratação do lateral-esquerdo Roberto Carlos para reforçar o clube no centenário do Corinthains começa a ganhar contornos de novela. Ontem, o diretor de futebol corintiano, Mário Gobbi, desmentiu o próprio jogador e o técnico alvinegro Mano Menezes, que afirmaram que o acordo estava próxima de ser concretizado.

"Ele não está apalavrado. Foi feita apenas uma conversação prévia. O Roberto (Carlos) fez uma proposta e o Corinthians outra, mas a diferença ainda é muito grande. Está difícil um approach que torne viável", explicou o dirigente.

Gobbi também comentou as declarações do treinador Mano Menezes. "Ouvi a entrevista do professor (Mano). É muito difícil estar desse lado. Você precisa escolher as palavras minuciosamente para não gerar expectativa errada. Somando a isso o sigilo que precisa ter. Às vezes é colocada uma palavra que não condiz com a realidade", ressaltou.

No entanto, Roberto Carlos falou à TV Bandeirantes sobre o andamento das negociações. "Ainda não tem nada assinado. Estamos próximos de um acerto. Vamos esperar terminar o ano, ainda tenho contrato com o Fenerbahce. Depois, conversamos", afirmou o lateral, que também adiantou que seu contrato será de dois anos, com possibilidade de renovar por mais um.

Quem comanda a negociação entre Roberto Carlos e Corinthians é o empresário Eduardo Farah, o mesmo de Ronaldo. A maior dificuldade, além do interesse do suposto Santos pelo jogador, é o salário de Roberto Carlos. A pedida feita pelo ex-lateral da Seleção Brasileira ficou longe do proposto pela diretoria corintiana.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;