Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Áreas de lazer do Jardim Zaíra precisam de manutenção

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura promete realizar limpeza em 15 dias
e conserto de equipamentos em dois meses


Bruna Almeida
Especial para o Diário

15/09/2014 | 07:00


Parque, quadras de futebol e academia ao ar livre instalados na Rua Guerino Estela, no Jardim Zaíra, em Mauá, colocam em risco a segurança dos moradores do entorno. Sem manutenção, brinquedos infantis e aparelhos de ginástica destruídos revoltam os habitantes do bairro, que afirmam não poder usufruir dos equipamentos instalados no local devido à precariedade em que se encontram atualmente.

“Esses dias minha filha de 5 anos estava sentada na cadeira do balanço quando a estrutura despencou e um parafuso enorme quase caiu na cabeça dela”, disse a moradora Edna Almeida, que está insatisfeita com o parque e afirmou que, em seis anos residindo no local, a Prefeitura só fez manutenções precárias.

O estado dos objetos não é o único problema para as pessoas que moram próximo a essas instalações, visto que a falta de manutenção na grama dos arredores também causa muitos aborrecimentos como, por exemplo, a aparição de ratos, aranhas e formigas, entre outros.

“Já encontrei uma aranha do tamanho da palma da mão no meio do parquinho. Eu mesma passei inseticida lá várias vezes para minha neta poder brincar”, afirmou a dona de casa Edite Almeida, que disse estar cansada de se preocupar em reparar certos problemas que não são da reponsabilidade dela, e sim dos órgãos públicos.

Uma das principais reclamações das crianças e adolescentes do bairro é sobre as redes de cobertura das quadras de futebol. A garotada diz que com o grande número de rasgos, a bola cai na rua com frequência e os carros passam por cima. Além disso, os jovens afirmam correr o risco de serem atropelados ao tentar recuperar o brinquedo.

Na academia ao ar livre, o acúmulo de lixo e insetos domina o local e afasta as pessoas que costumavam praticar exercícios nos aparelhos. “Antigamente o pessoal do posto de Saúde vinha aqui fazer atividades físicas com os idosos, mas agora, nesse estado, não vem mais ninguém”, destacou a moradora Claudia Bastos, que ressaltou ainda que a área sofre vandalismo constantemente.

PROMESSA -  A Prefeitura de Mauá, por meio da SSU (Secretaria de Serviços Urbanos), informou que realizaria vistoria técnica no local na quinta-feira. 

Os serviços de limpeza devem ser realizados em até 15 dias, enquanto os trabalhos de manutenção dos equipamentos da academia ao ar livre e do playground entrarão na programação da SSU e a realização está prevista para ser feita em até 60 dias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;