Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Saulo Benevides recebe nota 3,8 e volta a ser o pior avaliado da região

Prefeito de Ribeirão registra queda na aprovação e alta de reprovação


Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

04/08/2014 | 07:00


O prefeito de Ribeirão Pires, Saulo Benevides (PMDB), recebeu nota 3,8 da população e voltou a figurar na última colocação entre os Executivos da região, de acordo com levantamento realizado pelo DGABC Pesquisas. Na rodada de novembro, o peemedebista ficou na quinta colocação com nota de 4,7, desempenho que o tirou da lanterna no indicativo de junho de 2013, quando registrou nota 4,6.

A queda da nota do governo do PMDB refletiu nas taxas de aprovação, levando em consideração a estratificação de novembro. Passou de 25,1% para 13,5%, recuo de 11,6 pontos percentuais. Os que dizem que a gestão era ótima caíram de 2,3% para 0,7% e o índice de bom foi de 22,8% para 12,8%. Números que compõe a reprovação cresceram de 44,5% para 54,6%. Fatia da população que julga a gestão péssima foi de 20% para 35,8% e quem considera ruim, de 22,5% para 18,8%.

A sondagem do DGABC Pesquisas expõe falta de paciência da população com a demora administrativa de Saulo em executar promessas da campanha eleitoral de 2012. Parece ter vencido a validade do argumento de ter de usar seu primeiro ano de gestão para se organizar por conta de dívida de R$ 41,4 milhões deixada por seu antecessor, Clóvis Volpi (PTB).

Exemplos de obras ainda no discurso são a construção de um teleférico entre o Morro Santo Antônio e o Parque Marinho de Moraes. Apesar do Paço ter conquistado R$ 11,5 milhões (R$9,7 milhões da União e R$ 1,8 milhão do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias), o projeto ainda não saiu do papel. O tradicional Festival do Chocolate teve a nona edição cancelada no ano passado, fato que repercutiu negativamente no município.

ADVERSÁRIOS
O eleitorado dos adversários do prefeito na eleição de 2012 puxou a avaliação para baixo. Quem disse ter votado na ex-prefeita Maria Inês Soares (PT) concedeu nota 2,9 ao atual governo. Quem apostou em Edinaldo de Menezes, o Dedé (PPS), classificou Saulo com nota 2,7.

O DGABC Pesquisas questionou 400 moradores no dia 29. A margem de erro é de cinco pontos. O levantamento está registrado no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), sob protocolo SP-00012/2014. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;